A tripulação mais jovem a realizar uma rota comercial, juntos somam 45 anos de idade.

160926151326-kate-mcwilliams-luke-elsworth-exlarge-169

Somando-se suas idades, resultamos em apenas 45 anos. Do lado direito do cockpit Luke Elsworth, 19, o mais jovem piloto do Reino Unido, enquanto isso, no assento da esquerda, a mulher mais jovem do mundo a comandar uma aeronave comercial, a também britânica Kate McWilliams, 26.

Essa semana, sua empresa, a Easyjet, mostrou que está disposta a bater recordes e juntou os dois num voo entre as cidades de Londres e Málaga, na Espanha, para atingir mais uma marca histórica, a de tripulação mais jovem a comandar um voo regular de passageiros.

Os dois já passaram pelas páginas do AEROIN. A mais recente foi a Kate que, conforme noticiamos aqui anteontem (27),  ficou conhecida em todo mundo após sua empresa divulgar o resultado de uma pesquisa que a posiciona como a mais jovem mulher a comandar uma aeronave comercial. A história do co-piloto Luke também foi objeto de um post especial, em que sua trajetória ficou conhecida por milhares de pessoas.

Não obstante os recordes da Easyjet, que lhe dão um marketing espontâneo fantástico, as histórias de Luke e Kate dão algumas lições.

Em primeiro lugar, devemos considerar que idade não pode ser tomada como uma medida de competência. Em segundo, outra lição interessante reside no fato de que, com mais ou menos dinheiro, se a pessoa tem desejo, disciplina e dedicação, ela tem condição de atingir seus objetivos e sonhos, o máximo que pode acontecer é alguma demorar mais tempo que outra, mas no fim vale a pena. Por fim, mas não menos importante, as mulheres devem se interessar pela aviação e, se for seu objetivo, perseguir a carreira de piloto, cada vez mais o mundo está aberto para isso. Os exemplos que temos postado aqui no AEROIN corroboram com esses temas.

Informações do Liverpool Echo

38 Comments:

  1. Fator de ser jovem não é relevante. Certeza que a formação que eles tiveram acesso, muitos não chegam nem perto.

  2. E os comissários tudo menor aprendiz

  3. voces realmente acham que essa dupla com” toda formação” que tem maturidade pra segurar um 737 mono motor na decolagem com 180 pax abordo? ou de pousar com 20 KT de vento cruzado?ou pousar CAT 2 nevando?pilotos são como vinho quanto mais velho melhor……. na nossa Varig ninguem podia ser comandante com menos de 35 anos…..façam-me o favor…….

    • Ninguém está dizendo que eles têm.

    • Paulo, acho que a sua visão está um pouco conservadora. Com 26 anos a comandante pode ter acumulado muitas horas de voo em diferentes equipamentos, além de todo o treinamento e garantia de qualidade que passa pra estar na companhia. É óbvio que experiência conta, mas é relativo pra dizer que eles não teriam capacidade de lidar com situações de emergência.

    • Na nossa Varig eu saí copila com 21 anos de idade (não era o mais novo) e voei com comandantes com uns 24, 25 anos (Diegues, Neves Júnior, etc) todos competentes e responsáveis e capazes de pousar com o limite de vento demonstrado da máquina…
      E eu sempre ouvi que o Sporleder da Vasp saiu comandante de Breguinha com 21 anos de idade.
      Ou estou enganado? Alguém me corrige?

    • Desde quando idade é limite de capacidade? Fica a pergunta

    • É claro que experiência é importante. Juventude normalmente traz junto consigo impulsividade e sangue quente. Mas também não se chega a um cockpit de A320 sem dominar inclusive situações de emergência no simulador. O bom é que daqui a 15 anos serão pilotos de mão cheia.

    • Como também tem vários pilotos de idade que são operadores de máquinas grandes que eu já voei junto onde eu teria medo de voar como passageiro. Eu não concordo com a tua opinião, o meu tio saiu comandante na Varig quando ele tinha 25 anos e ainda foi piloto chefe da empresa, e è um grande aviador. Idade tem nada vê è esse pensamento pequeno teu que acaba com o mundo, sua inveja è nojento. Custa nada da os parabéns para os dois que esforçaram muito para chegar onde estão hoje.

    • Que bobagem, tio! Experiência se adquire e de maneira responsável. Idade são apenas números, se chegaram a esta função é porque estão capacitados. Em algum momento da vida, necessitamos iniciar nossa carreira.
      Felicidades!

    • eu tenho 26 anos e domino a máquina que voo, do mesmo jeito que já vi comandantes com anos de carreira se enrolando no simulador de voo. A aviação é outra hoje em dia, novos tempos!

    • Uai, se chegaram lá foi por mérito, e é fazendo as coisas que se adquirem experiência.

    • Foi uma bela dupla de jovens que se perderam na selva na sua amada VARIG? Varig não formou só excelentes pilotos não, mas muitos técnicos prepotentes que olham para os jovens estufando o peito e dizendo: “Na nossa Varig EU EU EU…” Muitos jovens têm mais bom senso do que muito velho, idade não forma caráter não!

    • Raul Alexandre Antero da Silva Neto

      Estou na sua linha de pensamento Paulo Dohnert. Venha quem vier, a experiência é sempre a experiência, e essa só se adquire com o tempo. O conhecimento tecnológico mais precoce não substitui a experiência, e sendo um facto que há jovens que mais cedo até que muitos adultos se tornam maturos, não acredito muito sinceramente que a maturidade de alguém com 26 anos seja tendencialmente a mesma, ou superior à de alguém com 41, pois a maturidade também advém da experiência da vida. Não conheço os jovens em causa e têm certamente todo o meu Respeito e Direito ao seu Bom Nome, mas não concordo que seja uma boa ideia ter uma tripulação tão jovem num cockpit.

    • Aí tu equivocastes em tudo, primeiramente que o Avião que eles pilotam são os da família A320 da Airbus, e não os 737 da Boeing, segundo que uma cia jamais colocará 4 faixas douradas em uma comandante que não conseguiria enfrentar as situações que Você disse. Agora sobre o ILS Cat 2, isso já se aprende nos treinos de voo por instrumentos, então porque eles não conseguiriam tal façanha?
      Agora sobre ser comandante com no mínimo 35 anos, então o A380 da Emirates que veio de Dubai a Guarulhos estava em perigo, pois quem veio pilotando ele foi um comandante 4 faixas douradas, brasileiro, de 33 anos.

  4. Não sei q orgulho eles tem,nada saiu do bolso deles, tudo foi pago pelo papai rico neh, aí qualquer um vira cmte fácil desse jeito,

  5. Era ser você, mas você não colabora Lucas Albuquerque

  6. Parabéns aos dois que merecem, que com certeza fizeram o maior esforço pra chegar aonde estão hoje!

  7. Um dia que à Boing ou Airbus fazererem aeronaves c/ comando e manual todo “Português” vamos ter tripulação de 18 anos no Brasil… Ingleses assim até eu rs…

  8. Li tanto comentário invejoso aqui que senti pena. Até ex variguinanos criticando como se a Varig tivesse feito excelentes pilotos que nunca se perderam na selva, sabe? Arrogância também derruba avião, tio! Não só a idade. Bjs.

  9. que lindos e isto que o mundo da aviacao quer, pessos educadas inteligente e cultas. (gordax) aeromodelista.

  10. Idade não define competência! Tem muitos novos, muito mais experientes que “antigos de VARIG”! Parabéns aos técnicos dessa tripulação, pela determinação.. Se estão neste patamar, foi por puro mérito

  11. Mas não precisa de muitos argumentos pra deixar claro que hoje em dia, temos acesso muito mais fácil a informações, aprendemos mais rápido, e temos também a tecnologia, que na época da Varig em comparação a hoje, mudou assustadoramente!
    Hoje crianças de 2 anos sabem brincar em um tablet sozinhas, eu com 2 anos não sabia nem amarrar o cadarço do tênis!
    Claro que a experiência conta muito, as horas de vôo, o conhecimento que se adquire após pilotar a máquina centenas de vezes!
    Porém os tempos agora são outros!

  12. Como pilotos tão jovens se comportariam com uma tesoura de vento em uma decolagem……Entrei como co-piloto na VARIG ao 26 anos de idade e so me tornei comandante com 35 isso depois de um rigoroso treinamento na EVAER…. Comandante Carneiro

Comente