A350s da Azul são flagrados estacionados e sem pintura.

Aeronaves foram flagradas ontem. | Foto: A380_TLS_A350

Os dois primeiros Airbus A350 da Azul constam com status de estocados na fábrica da Airbus e continuam sem pintura. Recentemente outro veículo noticiou equivocadamente que uma das aeronaves (o MSN 98) estaria no hangar de pintura. Como a notícia incorreta acabou repercutindo, gerou dúvidas sobre o futuro da aeronave.




A verdade é que o Airbus A350, nesse momento, não faz parte dos planos da Azul. No prospecto enviado à CVM e à SEC, dos Estados Unidos, no qual aplica para o IPO (abertura do capital na bolsa), a empresa informou que não planeja usar a aeronave até 2020 (veja aqui nossa matéria especial sobre o plano de frota da empresa reportado ao mercado).

Outro tema relatado no prospecto, e que precisa ser bem entendido, refere-se ao fato de ainda haver três A350 registrados em nome da Azul junto à empresa de leasing Aercap e que seriam recebidos em 2017. Na verdade, como a Azul não repassou as aeronaves a outro dono ainda, ela é obrigada a reportar no prospecto porque o valor do leasing impacta no fluxo de caixa da empresa. Quando a aeronave for repassada (e se o for), esses custos também são excluídos do balanço.

 

Flagra

Os aviões foram flagrados no fundo de uma incrível foto do protótipo do A350-900.

O primeiro A350 da Azul, de número de série 98 e pretendida matrícula PR-AJB, está sendo preparado para receber o interior, e depois deverá ser estocado, oficialmente até Setembro. O segundo A350 seria o PR-AJE, número de série 112, que já foi montado com o estabilizador vertical previamente pintado e está realizando testes externos. Em breve deve seguir para a posição que está o 98, e depois também será estocado até o segundo semestre.

Vale lembrar que fontes na Airbus apontam para um estocagem de curto prazo. Depois as aeronaves seriam pintadas para seguirem ao seu cliente final.

39 Comments:

  1. tem um monte em volta, não é fila não?

  2. Outros estão em processo de montagem, mas os da Azul estão “estocados” até, pelo menos, setembro. Até lá teremos novidades do destino das aeronaves.

  3. Vi outra notícia que a Azul tinha cancelado os pedido e que os aviões iriam ser repassados para outra companhia.

  4. Então a Azul desistiu mesmo dos A350? Porquê?

  5. Uma pena parece que os a350’s do Brasil terão uma curta carreira, já que a latam também já esta desistindo dos seus

  6. Poxa que tristeza crente que iria para Lisboa no A350 da Azul…

  7. Mais alguém viu o símbolo da Azul lá no fundo da foto

  8. Pq a azul ñ vai mas usar o a350 🙁

  9. Pq? Ela (Azul) não quer ou é pq quer esperar até setembro? Ela vai de fato chegar a ter e usar o A350?

  10. Vcs deveriam falar sobre esses da Qatar da foto que são os Latam… aí sim seria uma notícia 100%veridica… e aonde estão parados é a espera da montagem interna, ainda não estão estocados… Em breve vc terão notícias do Aje em breve, muito breve… Aguardem

  11. Ainda não entendo. Eles não estão simplesmente estacionados, eles estão passando pelo mesmo processo que os outros passam. Eu não sei como chama essa parte da fabricação e nem sei o que eles fazem lá dentro, mas ele está dentro daquela “casinha” e da pra ver na foto, e tem também um A350 da Qatar ao lado do mesmo jeito

    • Pedro são coisas diferentes, na verdade. O avião está sendo produzido e vai ficar pronto em algum momento, no entanto eles estão em situação de “estocados”, ou seja, não serão entregues à empresa aérea.

  12. O cancelamento de encomendas creio eu é que enquanto nosso governo está rindo de nossa cara (kkk) também é nos aplaudindo, sem reação alguma (nao precisa brigar nas ruas) papel e caneta também resolve, e pagarmos impostos via depósito judicial, obrigar a Petrobras a vender os combustíveis ao mesmo preço da Bolívia, assinar um manifesto honestamente com firma reconhecida e derrubar o Congresso e Senado e posterior aquele STF e TRE ai sim este país com seriedade de poucos homens e fiscalizado por nos, cobrando cada centavo pago em impostos em retorno de be negócios, teremos companhias aéreas enxuta, opções voos, aviões novos e quem sabe até Embraer nacionalizado mais em suas encomendas.

  13. Pra mim tem dedo do grupo Chinês que possui uma parcela das ações da Azul. Tanto é que talvez algumas aeronaves a350 que iriam pra Azul, serão repassadas para essa empresa que não lembro o nome. Isso é uma questão de negócios…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *