Ação rápida de tripulação da KLM salva vida de criança.

104
Uma aeronave da KLM estava em rota entre as cidades de Amsterdam e Singapura na noite do último domingo (3) quando uma criança começou a apresentar complicações cardíacas.

A tripulação foi acionada rapidamente, um médico foi encontrado a bordo e iniciarem-se os esforços para reanimá-la. Rapidamente avisados pelos comissários, piloto e copiloto tiveram de tomar uma decisão, esperar por mais informações da tripulação ou iniciar imediatamente a descida ao aeroporto mais próximo, que ficava na cidade de Bucareste, na Romênia.

Foi tomada a decisão de descer. Nesse ponto, o serviço médico já estava se preparando para receber o paciente.

Embora o médico tentasse reanimar a criança de todas as formas, o procedimento não estava obtendo êxito. Era necessário um apoio mais intensivo.

O pouso foi feito com prioridade. A aeronave chegou e todos os passageiros aguardaram sentados até que a criança fosse removida da aeronave, diretamente para uma ambulância. Os passageiros parabenizaram ao comandante, tripulação e companhia aérea pela agilidade.

A criança está se recuperando em hospital de Bucareste, mas não corre mais risco de morrer.

Certamente que a decisão de realizar um pouso de emergência seria tomada por qualquer comandante a bordo, no entanto fica claro que quanto mais rápido ela for tomada, maiores são as chances de vida do passageiro enfermo.

O fato foi noticiado pelo periódico britânico Mirror. É importante ver esse tipo de notícia na mídia, em face a mostrar ao público a principal função da tripulação, que é zelar pela segurança (e, nesse caso, a vida) dos passageiros.

Carlos Ferreira

É profissional de marketing e pesquisador de temas relacionados à aviação há quase duas décadas. Leva a câmera fotográfica para onde vai e faz mais fotos de aviões do que dos passeios. Responsável pela linha editorial da revista eletrônica AEROIN.net.

5 Comments:

  1. nathalie geschwind

    A klm e exemplar eu acho desde o atendiemnto a bordo como todos os outros

  2. …parabéns à competência e responsabilidade…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *