Aérea usará arma de choque para conter passageiros violentos.

A Korean Air irá permitir que os seus funcionários usem prontamente a arma de choque taser em passageiros que estiverem fora de controle.

A decisão aconteceu após um incidente que ocorreu na semana passada, entre um voo do Vietnã para Coréia do Sul, quando um passageiro surtou e o cantor americano Richard Marx teve que intervir.

O voo prosseguia entre as capitais de Hanói no Vietnã para Seoul na Coréia do Sul, quando um passageiro coreano surtou e teve que ser amarrado pelas comissárias com a ajuda do cantor, que declarou que “a tripulação não sabia como lidar com a situação, foram sem noção e não tiveram treinamento para lidar com um psicopata.”

A Korean declarou que novas políticas para um uso rápido e eficiente da arma de choque foram implementadas após o incidente. Anteriormente, a tripulação estava autorizada a utilizar a arma de choque apenas em situações graves, em que a vida dos passageiros ou dos funcionários estivessem em risco.

A arma de choque Taser é de origem americana, e possui um funcionamento totalmente diferente de uma pistola comum, e requer um treinamento para seu uso. Aparentemente uma comissária chegou a apontar a arma para o passageiro descontrolado, mas não fez o uso da mesma, conforme fotos publicadas pela esposa de Richard Marx:

Uma foto publicada por DAISY (@daisyfuentes) em

Já o presidente da Korean Air, Chi Chang-hoon, disse que as companhias asiáticas não seguem as medidas das aéreas americanas de enfrentar passageiros violentos, e sugeriu que a “cultura asiática” era uma vergonha, no sentido de ser muito pacífica com agressores em relação à cultura ocidental.

O número de atos ilegais cometidos a bordo na Coréia do Sul triplicou nos últimos cinco anos, segundo dados do governo coreano. O passageiro contido no acidente da semana passada foi acusado de tentativa de lesão corporal à tripulação e os passageiros. A Korean disse que o passageiro tomou duas doses e meia de uísque durante o voo.

Confira abaixo um vídeo mostrando o passageiro sendo contido no voo da Korean:

 

Adaptado do Independent. 

 

Carlos Martins

Despertou a paixão pela aviação em 1999 em um show da Esquadrilha da Fumaça. Atualmente é piloto e Bacharel em Ciências Aeronáuticas. Formado em Design e Performance de Aeronaves pela California State University Long Beach e Segurança da Aviação pela Western Michigan University. Membro da AOPA e da AIAA.