Aerolíneas Argentinas faz o debut do Boeing 737 MAX no Brasil

Novos motores, novas asas e novos winglets são os diferenciais do 737 MAX

A última quarta-feira (07) foi um dia histórico para a aviação comercial brasileira. O primeiro Boeing 737 MAX, a última geração da família de aeronaves mais consagrada da Boeing e que ajudou a construir a aviação comercial brasileira, chegou ao Brasil com a Aerolíneas.




O voo inaugural AR 1240 partiu do Aeroparque, na região central de Buenos Aires, com um pequeno atraso devido ao tráfego, mas mesmo assim chegou 20 minutos antes do horário previsto de 10h25. Ao pousar no GRU Airport foi recepcionado pelos bombeiros com o tradicional batismo.

“Este novo 737 MAX nos permite voar mais e melhor: com mais alcance, menos ruído, mais eficiência e mais autonomia, é uma incorporação muito positiva que esperamos servir muito bem à uma rota que cresce e que busca mais conexões ágeis.” – Mario Dell’Acqua

“Estamos orgulhosos de cruzar a fronteira com o MAX e poder servir, de maneira mais eficiente e com mais conforto, a uma rota chave para nossos passageiros de negócios e turismo como é a rota entre Buenos Aires e São Paulo”, declarou Mario Dell’Acqua, presidente da Aerolíneas.

A aeronave está configurada com 170 assentos, sendo 8 na Club Economy na configuração 2-2 e 162 na Econômica. Pudemos entrar na aeronave e conferir o conforto do MAX, que possui bins maiores e o interior padrão Sky Interior.

A Aerolíneas já recebeu 6 aeronaves deste modelo que será o padrão para rotas de curto e médio alcance da companhia. Para entretenimento a bordo a aeronave conta com o Exwireless. Com os novos motores CFM LEAP-1B, novas asas e o novo winglet do tipo scimitar, o 737 MAX 8 consome 14% a menos que o 737-800 da geração anterior, gerando confiabilidade operacional de 99.7% e redução do impacto sonoro em 40%.

Novo cockpit do 737 MAX foi inspirado na cabine do 787 Dreamliner.

Primeiro voo internacional do MAX foi para o Brasil, motivo de orgulho para toda a tripulação.

Luis Neves

É agente de turismo e acompanha a evolução da aviação brasileira desde o final da década de 80. Fotografa tudo o que voa e tem uma das maiores coleções de fotos de aviação do Brasil.