Aeroporto de Cuiabá comemora 61 anos de operações.

O Aeroporto de Cuiabá – Várzea Grande/Marechal Rondon (MT) completa 61 anos de operações nesta quarta-feira, 14/6. Considerado o mais importante e movimentado aeródromo do estado, o terminal apresentou a maior evolução no índice de satisfação geral de um aeroporto em pesquisa divulgada pelo Ministério dos Transportes, Portos e Aviação Civil no primeiro trimestre de 2017.




De acordo com os dados, em 1 ano, o desempenho do Marechal Rondon melhorou 23% em comparação com o primeiro trimestre de 2016. Para a superintendente do terminal, Bárbara Antônia dos Reis Netto, essa conquista é resultado do aprimoramento da gestão para melhorar a qualidade dos serviços prestados aos passageiros. “O trabalho em conjunto com todos os elos que oferecem serviços para a operacionalidade do complexo aeroportuário é que justificam a gradativa percepção dos passageiros e usuários em melhoria e conforto na avaliação dos indicadores aplicados na pesquisa”, aponta Bárbara.

O aeroporto atingiu a meta estabelecida pela Secretaria Nacional de Aviação Civil (SAC), pontuando com 4,04 no quesito de satisfação geral. “As equipes do aeroporto continuam empenhadas na busca da excelência e da nota máxima (5,0)”, destaca a superintendente.

O Aeroporto de Cuiabá foi inaugurado oficialmente em 14 de junho de 1956, tendo sua administração sido transferida para a Infraero a partir de 1975. Localizado estrategicamente no município de Várzea Grande, na região metropolitana de Cuiabá, o aeroporto funciona como uma das principais portas de entrada para o Pantanal Mato-grossense e o Parque Nacional da Chapada dos Guimarães, região que abriga as cachoeiras e cascatas mais belas do estado.

Além da forte inclinação para o turismo ecológico e cultural, devido ao seu rico e diversificado bioma, o Marechal Rondon também apresenta grande importância para o agronegócio no Mato Grosso. “É um importante instrumento de desenvolvimento do Estado, não só recebendo turistas, mas transportando empresários dos mais diversos segmentos, funcionando também, como ferramenta de integração nacional, distribuindo o fluxo de passageiros para os grandes centros do país”, acrescenta Bárbara.

Atualmente, o terminal tem capacidade para receber 4 milhões de passageiros/ano, e, somente em 2016, a movimentação de pessoas no complexo foi de 2,8 milhões de viajantes, entre operações de embarques e desembarques.

As rotas ligam a capital mato-grossense a diversos destinos brasileiros como Brasília (DF), São Paulo (SP), Campo Grande (MS), Goiânia (GO), Porto Velho (RO), Porto Alegre (RS), Belo Horizonte (MG), Rio de Janeiro (RJ) e Foz do Iguaçu (PR) por meio das companhias aéreas Azul Linhas Aéreas Brasileiras, Gol Linhas Aéreas, Latam, Avianca Linhas Aéreas e Asta .

Melhorias e investimentos

Em outubro de 2016, as obras de reforma e ampliação do Aeroporto de Cuiabá-Várzea Grande foram retomadas pelo Governo do Estado. As melhorias são resultado de um Termo de Convênio firmado entre Infraero e Governo do Estado do Mato Grosso.

De acordo com o convênio, cabe à Infraero realizar o repasse de recursos para os trabalhos, cumprir ações de controle ambiental e a fiscalização da execução das obras em conjunto com o governo estadual. Já o Estado do Mato Grosso fica responsável por licitar, contratar, exercer a gestão do contrato e da obra, e fazer as adequações das vias externas de acesso ao aeroporto.

A obra está orçada em aproximadamente R$ 84 milhões e já possui 80% dos serviços concluídos. Com o término total dos trabalhos, a área do terminal de passageiros do Aeroporto de Cuiabá passa de 9.354 mil m² para 14,5 mil m², e a capacidade do aeroporto é ampliada de 4 milhões de passageiros/ano para 5,7 milhões de embarques e desembarques/ano.

Após a reforma, o terminal contará com um moderno sistema de ar condicionado, pontes de embarque, portas automáticas, implantação de nova sinalização, dentre outros, proporcionando conforto, agilidade e satisfação aos passageiros e usuários.

Pela Assessoria de Imprensa da Infraero. 

Carlos Martins

Despertou a paixão pela aviação em 1999 em um show da Esquadrilha da Fumaça. Atualmente é piloto e Bacharel em Ciências Aeronáuticas. Formado em Design e Performance de Aeronaves pela California State University Long Beach e Segurança da Aviação pela Western Michigan University. Membro da AOPA e da AIAA.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *