Aeroporto de Joinville completa 45 anos de operações.

Imagem: Divulgação / Infraero.

O Aeroporto Lauro Carneiro de Loyola, localizado na maior cidade de Santa Catarina (SC), Joinville, completa 45 anos de operações neste domingo (23). Com capacidade para atender até 1,3 milhão de passageiros por ano, quem passa pelo terminal encontra um aeroporto moderno, com 4 mil m². São 15 posições de check-in, um sistema automatizado para informação dos voos, além de um terraço panorâmico com conforto e acessibilidade.




Com o terceiro maior polo industrial do Sul do país, a cidade também se destaca nos setores econômico e cultural, e estampa os títulos de “Manchester Catarinense”, “Cidade das Flores”, “Cidade dos Príncipes”, “Cidade das Bicicletas” e “Cidade da Dança”. É conhecida ainda por sediar o Festival de Dança de Joinville, a Escola do Teatro Bolshoi no Brasil e o Joinville Esporte Clube.

O superintendente do Lauro de Loyola, Rones Heidemann, destaca que o aeroporto está preparado para receber os passageiros que chegam à cidade. “Temos uma demanda de visitantes grande aqui na cidade, que cresce ano a ano. E o nosso aeroporto acompanha esse crescimento, oferecendo serviços e bom atendimento aos passageiros e promovendo o desenvolvimento regional”.

O terminal dispõe ainda de cafeterias, bombonière, lanchonetes – incluindo a marca “Lanche Popular”-, lojas de artesanato, revistaria, locadoras de veículos, caixas eletrônicos, entre outras facilidades.

Melhorias

Para facilitar os embarques simultâneos das companhias aéreas que operam no terminal, a Infraero abriu, no ano passado, um novo portão na sala de embarque, otimizando o fluxo e trazendo maior conforto e agilidade às operações.

Imagem: Divulgação / Infraero.

Em 2014 foram concluídas as obras da nova sala de embarque do terminal catarinense. Com isso, a área passou de 259 m² para 382m². Naquele ano, também entrou em operação o Sistema ELO. O equipamento prioriza o atendimento pleno às pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida e traz mais conforto aos viajantes que chegam ou partem da cidade.

Além disso, o aeroporto já havia recebido o Sistema de Aproximação por Instrumentos – Categoria 1. Também conhecido por ILS, do inglês, Instrument Landing System, o sistema reduz o número de cancelamentos de voos devido ao mau tempo e, com isso, favorece diversos setores da cidade, em especial o turístico e empresarial.

 
Informações pela Assessoria de Imprensa da Infraero.
 

Murilo Basseto

Formado em Engenharia, foi um dos líderes do Urubus Aerodesign da Unicamp e um dos responsáveis por alçar o grupo à elite mundial da engenharia aeronáutica universitária. Atualmente é assessor de editoria do AEROIN.

Comente