Aeroporto de Joinville tem alta na movimentação no primeiro trimestre.

Imagem: Divulgação / Infraero.

O Aeroporto Lauro Carneiro de Loyola, em Joinville (SC), registrou alta na movimentação de passageiros no primeiro trimestre deste ano. Entre janeiro e março, passaram pelo terminal catarinense 112.776 usuários, 1% a mais que os 111.690 do mesmo período de 2016.




O superintendente do aeroporto, Rones Rubens Heidemann, explica que a alta na movimentação se deve à maior confiabilidade dos passageiros em relação aos procedimentos de pousos disponíveis, como o RNAV, homologado recentemente. “O RNAV facilitou o sequenciamento das aeronaves e diminui o número de arremetidas e de voos alternados por vento de cauda”, afirma. “O procedimento também contribuiu para operação de aeronaves maiores em Joinville, como o A320, da Latam, e o B737-800, da Gol”, acrescenta.

Com capacidade para receber 1,3 milhão de passageiros por ano, em 2016 passaram pelo aeroporto catarinense mais de 515 mil passageiros. O ano de maior movimentação foi 2015, período no qual 518,4 mil usuários viajaram pelo aeroporto. O número foi 5% superior em relação ao registrado em 2014.

Os passageiros que chegam a Joinville encontram um aeroporto moderno, com 4 mil m² de área. São 15 posições de check-in, um sistema automatizado para informação dos voos, além de um terraço panorâmico com conforto e acessibilidade. O terminal dispõe ainda de restaurantes, cafeterias, bombonière, lanchonetes – incluindo a marca “Lanche Popular”-, lojas de artesanato, revistaria, locadoras de veículos, agências de turismo, caixas eletrônicos, entre outras facilidades.

Atualmente, três companhias aéreas operam no aeroporto catarinense –Azul, Gol e Latam – com dez frequências de voos que ligam Joinville aos aeroportos de Guarulhos, Congonhas, em São Paulo (SP), e Viracopos, em Campinas.

 
Informações pela Assessoria de Imprensa da Infraero.
 

Murilo Basseto

Formado em Engenharia, foi um dos líderes do Urubus Aerodesign da Unicamp e um dos responsáveis por alçar o grupo à elite mundial da engenharia aeronáutica universitária. Atualmente é assessor de editoria do AEROIN.

3 Comments:

  1. Já vi várias reportagens relatando alta nas movimentações em vários aeroportos do país.
    Mas não demora muito as empresas aéreas começam a chorar e falam em prejuízos.

  2. so li mentiras ..sei que o texto foi da infraero e nao do aeroin que apenas copiou …mas esse aeroporto junto com todos de sc sao uma vergonha para o estado se é que se pode chamar de aeroporto de tao pequeno que é #forainfraerocabidedeemprego

Comente