Aeroporto de Marabá completa 39 anos.

Aeroporto de Marabá-PA. Imagem: Divulgação / Infraero.

Neste sábado (20/5), a Infraero comemora os 39 anos de operações do Aeroporto de Marabá/João Corrêa da Rocha, no Pará. Inaugurado em 1978, o terminal cumpre papel fundamental na integração e acesso às regiões Sul e Sudeste do estado, além de ligar a cidade a outros cinco destinos nacionais: Belém, Parauapebas e Santarém (PA), Brasília (DF), e Belo Horizonte (MG).




Com voos das companhias aéreas Azul, Gol e Latam, o terminal funciona 24 horas e conta com um espaço de 342 m². A sala de desembarque e o saguão, já revitalizados, aumentam o conforto dos usuários, que também têm à disposição duas esteiras de bagagens.

O Aeroporto de Marabá tem capacidade para receber 2,3 milhões de passageiros por ano, sendo que em 2016 passaram pelo terminal mais de 317.636 viajantes.

De acordo com o superintendente Enock Alves Gama Filho, o terminal facilita o acesso de quem quer investir na região, melhorando a economia local. “O Aeroporto de Marabá se tornou a principal porta de entrada e saída das cidades próximas que não dispõem de tantas opções de transportes, viabilizando, assim, um melhor acesso para turistas e também para quem deseja investir nos diversos seguimentos de negócios da região”, destacou.

Aeroporto de Marabá-PA. Imagem: Divulgação / Infraero.

Melhorias

No ano passado, o terminal paraense ganhou oito novos balcões de check-in adaptados para o atendimento a pessoa com deficiência ou mobilidade reduzida. No total, o terminal agora conta com 16 balcões acessíveis para garantir maior conforto e comodidade aos usuários do aeroporto. Além da modernização do mobiliário, foi instalada nova rede de alimentação elétrica para atender aos balcões e balanças instalados. Também foram inseridos 142 m² de revestimento do piso na área de check-in.

Ainda em 2016, os passageiros que desembarcam no Aeroporto de Marabá passaram a contar com uma nova passarela para pedestres, que liga o pátio de aeronaves à sala de desembarque. A melhoria proporciona maior segurança e conforto no trajeto aeronave-terminal de passageiros, de aproximadamente 50 metros, e beneficia principalmente os passageiros com deficiência ou com dificuldades de locomoção.

Além disso, em 2015, o terminal ganhou um novo posto de abastecimento de aeronaves (PAA), com capacidade para armazenar 30 mil litros de gasolina de aviação e 110 mil litros de querosene, ampliando a capacidade de atendimento das aeronaves.

 
Informações pela Assessoria de Imprensa da Infraero.
 

Murilo Basseto

Formado em Engenharia, foi um dos líderes do Urubus Aerodesign da Unicamp e um dos responsáveis por alçar o grupo à elite mundial da engenharia aeronáutica universitária. Atualmente é Editor-Chefe do AEROIN.