Aeroporto de Santarém comemora 40 anos.

Imagem: Divulgação / Infraero.

A Infraero comemora, nesta sexta-feira (31/3), o aniversário de 40 anos do Aeroporto de Santarém, no Pará. E para celebrar a data, quem passar pelo terminal de passageiros entre 14h e 15h vai poder conferir a apresentação da banda sinfônica que leva o mesmo nome do aeroporto – Maestro Wilson Fonseca -, em homenagem ao poeta e compositor santareno, fundador da Academia Paraense de Música e membro da Academia Paraense de Letras.




O terminal paraense é a principal porta de acesso à vila de Alter do Chão, importante polo turístico da região oeste do estado. O local é conhecido como “Caribe da Amazônia” por suas cristalinas praias de água doce. Além disso, é nessa região que está o encontro das águas do rio Tapajós com o rio Amazonas.

O aeroporto, que fica a 15 quilômetros do centro de Santarém e funciona 24h por dia, opera em média oito voos nacionais diários das companhias aéreas Gol, Latam, Azul e Map, com destino às cidades de Belém, Altamira e Marabá, no Pará, além de Manaus (AM), Recife (PE) e Brasília (DF).

Segundo o superintendente do aeroporto, Altemar Gama, o terminal santareno desempenha a importante missão de gerir a infraestrutura aeroportuária e aeronáutica. “O nosso objetivo é privilegiar o binômio conforto e segurança, para que os usuários saibam que estamos trabalhando para melhorar cada vez mais”, explicou.

Renovado

O Aeroporto de Santarém foi fundado em 31 de março de 1977, com o objetivo de interligar a Amazônia aos demais estados brasileiros e passou para a administração da Infraero em 31 de março de 1980.

No ano passado, a Infraero entregou um terminal maior e reformado para atender melhor às necessidades de todos os viajantes. Com investimento de R$ 9,2 milhões, os trabalhos mais que duplicaram a área disponível nos espaços de embarque e desembarque, além de oferecer diversas novas facilidades para os usuários do terminal paraense. A capacidade operacional do terminal foi ampliada de 1 milhão de passageiros ao ano para 1,5 milhão.

As melhorias compreenderam uma nova sala de embarque e a ampliação da área de desembarque, novos banheiros, o aprimoramento dos sistemas de refrigeração e o aperfeiçoamento da acessibilidade do aeroporto para pessoas com deficiência, além da ampliação do estacionamento para veículos e a reforma do saguão do terminal. Com as obras, a área de embarque passou de 100 metros quadrados para 246 metros quadrados, e a área de desembarque, que antes tinha 129 metros quadrados, foi expandida para 293 metros quadrados. O estacionamento, por sua vez, recebeu 160 novas vagas, passando de 89 para 249 espaços. Além disso, a sala de embarque passou a contar com novas áreas comerciais, ofertando mais opções para os passageiros.

 
Informações pela Assessoria de Imprensa da Infraero.
 

Murilo Basseto

Formado em Engenharia, foi um dos líderes do Urubus Aerodesign da Unicamp e um dos responsáveis por alçar o grupo à elite mundial da engenharia aeronáutica universitária. Atualmente é assessor de editoria do AEROIN.

Comente