Aeroporto de Viracopos obtém recursos para pagar a outorga de 2016.

O Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas (SP), vai quitar a parcela anual da outorga no valor de R$ 188 milhões até esta sexta-feira (30/12). A obrigatoriedade do pagamento está prevista no contrato de concessão do aeroporto assinado em 2012.

Para pagar esse valor, Viracopos vai utilizar R$ 68 milhões que já estão depositados em uma conta específica para o pagamento da outorga e outros R$ 43,8 milhões que serão utilizados após a ANAC (Agência Nacional de Aviação Civil) ter aprovado na semana passada a 1ª revisão extraordinária do contrato de concessão em R$ 209 milhões na chamada recomposição tarifária TECA-TECA.

Apesar de a ANAC ter aprovado a revisão de R$ 209 milhões, Viracopos poderá utilizar agora R$ 43,8 milhões no pagamento da outorga. O restante desse valor total será usado pelo aeroporto ao longo da concessão.

Os demais valores utilizados no pagamento da outorga foram conseguidos por meio de uma engenharia financeira que passou por um programa drástico de redução de custos e pelo uso de receitas aeroportuárias e não aeroportuárias.

Agora, Viracopos aguarda apenas que os bancos credores liberem ainda nesta semana o valor já existente na conta reserva da outorga (R$ 68 milhões) para que possa ser feita a transferência para a conta FNAC (Fundo Nacional da Aviação Civil) para o pagamento integral da outorga de 2016.

“Esta é uma boa notícia, pois possibilitará que Viracopos comece 2017 adimplente, com o equilíbrio nas contas e também possa retomar os investimentos o mais rápido possível. Isso não é bom apenas para o aeroporto, mas para toda a Região Metropolitana de Campinas. Nos últimos meses, o aeroporto já verificou um aumento do volume de cargas e de passageiros. Isso indica que, apesar das dificuldades, o aeroporto conseguiu superar um ano de intensa turbulência e dificuldades”, disse o presidente de Viracopos, Gustavo Müssnich.

Na área de cargas, por exemplo, Viracopos teve em novembro o maior índice de exportação desde janeiro de 2014. Já na área de importação, foi registrada a maior alta do ano no mês de novembro. Na área de passageiros, foi apontada a terceira alta seguida na movimentação neste ano, apesar da queda de 10% em relação ao ano passado.

No dia 23 de abril deste ano, todos os voos do aeroporto foram transferidos para o novo terminal de passageiros (T1). Desde então, o aeroporto vem trabalhando continuamente para aprimorar a qualidade dos seus serviços e aumentar as opções de lojas nas áreas em operação.

Pela Assessoria de Imprensa da Aeroportos Brasil Viracopos. 

Carlos Martins

Despertou a paixão pela aviação em 1999 em um show da Esquadrilha da Fumaça. Atualmente é piloto e Bacharel em Ciências Aeronáuticas. Formado em Design e Performance de Aeronaves pela California State University Long Beach e Segurança da Aviação pela Western Michigan University. Membro da AOPA e da AIAA.
  • RABUGENTO

    Desde abril de 2016 não conseguimos acompanhar os voos em Viracopos.
    Parece que é um software muito complicado para colocarem as informações na internet. A Infraero tinha todas essas informações.
    Devem querer que se vá para lá, estacione e aguarde na chegada dos voos atrasados enquanto eles faturam com o estacionamento que nãso é barato.
    Dizem que são os melhores. Até agora não vi onde. 🙁