AeroRock 2017: show aéreo reuniu clássicos da aviação acrobática.

No último Sábado e Domingo foi realizado o AeroRock 2017, o evento na cidade mineira de Pará de Minas que reúne grandes clássicos da aviação acrobática e boa música. A edição deste ano não foi diferente. Com céu de brigadeiro, diversas aeronaves como o Sukhoi Su-31 e os A-29 Super Tucano da Esquadrilha da Fumaça fizeram a alegria do público.




Pela primeira vez o evento foi realizado em dois dias. No primeiro dia a Esquadrilha EJ com o Cessna 152 Aerobat abriu o show, demonstrando a perícia da escola de aviação civil. Na sequência, os pilotos Richieri e Márcio Oliveira decolaram com os seus Sukhois Su-31 e Su-26 respectivamente, fazendo muito barulho e demonstrando a grande potência dos motores radiais Vedeneyev, de origem romena.

O segundo dia foi marcado pela incrível revoada dos donos da casa, o Aeroclube de Pará de Minas, que demonstrou habilidades dos seus instrutores com uma sequência de passagens sobre a pista com as aeronaves Cessna 152, Cessna 172, Piper PA-28, Piper PA-34 e o Vans RV-6, este último que será utilizado no curso de acrobacia aérea prestes a ser inaugurado na escola.

O piloto Cristiano Oliveira demonstrou grande habilidade com o seu Decathlon vermelho, fechando as apresentações dos pilotos civis no segundo dia. O show seguinte foi da Esquadrilha da Fumaça, que fez lotar o Aeroporto de Pará de Minas, arredores e até o Cristo Redentor da cidade, que apesar de afastado do aeroporto tem uma visão privelegiada da cidade e também da apresentação da Fumaça.

Carlos Martins

Despertou a paixão pela aviação em 1999 em um show da Esquadrilha da Fumaça. Atualmente é piloto e Bacharel em Ciências Aeronáuticas. Formado em Design e Performance de Aeronaves pela California State University Long Beach e Segurança da Aviação pela Western Michigan University. Membro da AOPA e da AIAA.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *