Airbus apresenta versão militar do A320neo

Versão ASW/ASuW do A320neo carregando mísseis AM39 Exocet

A Airbus pode iniciar outra competição com a Boeing, desta vez no âmbito militar. A fabricante européia anunciou durante o Singapore Air Show que vai começar a oferecer o A320neo em versão militares para países interessados.




De início serão duas versões: de patrulha marítima e de alerta aéreo antecipado. A versão de patrulha marítima seria embarcada com diversos sensores e capaz de lançar boias, torpedos para missão anti-submarino (ASW) e mísseis anti-navio Exocet na função de combate a ameaças marítimas na superfície (ASuW). Já na alerta aéreo antecipado o A320neo estaria instalada com um radar sob sua fuselagem, captando as aeronaves a quilômetros de distância.

A Boeing utiliza a plataforma 737 nestas funções, sendo o P-8 Poseidon de patrulha marítima (foto) e o E-7A Wedgetail para alerta aéreo, respectivamente baseados no 737-800 e -700.

Agora a Airbus quer entrar de vez neste mercado, utilizando a plataforma A320neo. A fabricante já oferece um produto similar com o C-295 Persuader utilizado pela Força Aérea Brasileira e o C-295 AEW. Agora as opções aumentam com uma aeronave maior, que possui mais alcance, capacidade de carga e equipamentos.

Segundo Fernando Alonso, chefe da divisão de aviões militares da Airbus Defesa e Espaço, nenhum produto novo foi lançado, porém a Airbus está em negociações sérias com clientes em potencial sobre a possibilidade de tirar o A320neo do trabalho convencional e colocar ele para missões únicas. Estas missões podem incluir inteligência, vigilância, reconhecimento, transporte VIP de sobrevivência e outras.

A Embraer também está neste mercado com o E145 AEW&C que promove alerta antecipado e controle aéreo. Rumores no ano passado surgiram apontando para uma versão de patrulha marítima do E190-E2, que levaria torpedos, bóias e sonares para caçar embarcações em alto mar. Mas até hoje a fabricante brasileira não pronunciou sobre o assunto.

Com informações da AviationWeek

Carlos Martins

Despertou a paixão pela aviação em 1999 em um show da Esquadrilha da Fumaça. Atualmente é piloto e Bacharel em Ciências Aeronáuticas. Formado em Design e Performance de Aeronaves pela California State University Long Beach e Segurança da Aviação pela Western Michigan University. Membro da AOPA e da AIAA.