Airbus anuncia o novo A380plus, versão do gigante com novos winglets.

A Airbus confirmou, na manhã deste domingo, o desenvolvimento de um A380-800 melhorado, chamado A380plus. Esta variante do gigante terá algumas melhorias em particular, incluindo winglets novos e maiores, além de pequenos refinamentos para uma economia de até 4% no consumo de combustível quando comparado com a versão atual do maior avião de passageiros do mundo.




Na sexta adiantamos em primeira mão a novidade e o nome da nova versão, que também tem mudança no seu programa de manutenção e aprimoramentos na cabine, reduzindo o custo geral por assento em 13% em relação ao A380-800 padrão.

John Leahy, Diretor de Operações da Airbus, explica: “O A380plus é uma maneira eficiente de oferecer uma economia ainda maior e melhorar a performance operacional ao mesmo tempo.” E adicionou: “É um passo para nosso avião símbolo servir o crescente tráfego mundial e as necessidades dos clientes do A380. É uma plataforma já aprovada como solução para grandes congestionamentos em grandes aeroportos, oferecendo ainda uma experiência única para o passageiro.”

O novo winglet mede aproximadamente 4,7 metros em altura (sendo 3,5 metros para cima e 1,2 metro para baixo com referência na linha da asa). Foi desenhado para melhorar a aerodinâmica da aeronave e reduzir o arrasto. Apesar do tamanho maior, o novo winglet tem o mesmo peso do anterior devido aos seus novos materiais. E da mesma maneira não aumenta a envergadura da aeronave (distância da ponta de uma asa à outra) de pouco menos de 80 metros, sendo compatível com todos os aeroportos onde o A380 padrão opera.

O aprimoramento de cabine permite até 80 assentos adicionais mesmo em configuração de 4 classes, e não compromete o conforto do passageiro. O aumento na capacidade foi possível graças a um novo design nas escadas e no compartimento de descanso da tripulação.

O A380plus também terá o peso máximo de decolagem aumentado para íncriveis 578 toneladas, permitindo a flexibilidade de levar mais 80 passageiros com o alcance atual de 8.200 milhas náuticas (15.186 km) ou aumentar o alcance em 300 milhas náuticas (555 km) na capacidade média atual de 497 passageiros.

O seu novo programa de manutenção tem um intervalo maior, sendo agora de seis anos entre grandes manutenções que, combinados com melhorias nos sistemas, irá reduzir os custos de manutenção e aumentar a dispobinilidade da aeronave.

Novas encomendas da Emirates

Segundo fontes da Airbus revelaram à FlightGlobal, os novos winglets poderão ser instalados apenas em novas aeronaves. A opção de retrofit não estará disponível. O avião no qual foram instalado os novos winglets estará no Paris Air Show 2017, porém apenas para exposição estática. A aeronave de matrícula F-WWDD foi doada ao museu do Le Bourget e não voa mais, sendo que os novos componentes foram instalados apenas para uma concepção visual.

A fabricante estaria negociando com a Emirates, que é a maior operadora do jato com mais de 100 unidades voando pelo globo, e ainda possui 40 unidades encomendadas que poderão ser convertidas para o modelo A380plus. A Emirates sempre pressionou a Airbus para oferecer uma nova versão do A380, que seria com novos motores e chamada de A380neo. Ainda sem confirmação de melhorias nos motores, a companhia aérea árabe está procurando garantias destas melhorias antes de fechar um contrato.

Com informações do FlightGlobal e da Assessoria de Imprensa do Airbus Group. 

Carlos Martins

Despertou a paixão pela aviação em 1999 em um show da Esquadrilha da Fumaça. Atualmente é piloto e Bacharel em Ciências Aeronáuticas. Formado em Design e Performance de Aeronaves pela California State University Long Beach e Segurança da Aviação pela Western Michigan University. Membro da AOPA e da AIAA.

2 Comments:

  1. Parece-me já ter visto estes “novos” winglets num “antigo” MD-11. Mas ficou bem melhor assim do que com as “wing fences”. Dá um aspecto muito melhor ao modelo e, ao que parece melhora o problema de consumo de combustível.

  2. Pingback: Paris Air Show 2017: Um balanço das vendas na maior feira de aviação do mundo. - AEROIN

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *