Airbus revela nova pintura especial em seu segundo A350-1000.

a350-1000-airbus-carbon

A Airbus revelou hoje o seu segundo prótotipo da aeronave A350-1000, a maior da nova família de aeronaves da fabricante européia. A aeronave conta com uma pintura cinza e preta, em alusão aos compósitos de carbono que são usados na aeronave, que são mais leve e resistentes em relação ao tradicional alumínio aeronáutico.

O segundo prótotipo do A350-1000, que receberá designação na ICAO de A35W, é o 65º A350 produzido e está com a matrícula F-WLXV. No Brasil a aeronave será operada pela LATAM Brasil, que atualmente possui 14 unidades da versão -1000 encomendadas. A partir de São Paulo a aeronave pode voar sem escalas a destinos como o Alasca, Índia, Rússia e Austrália, com o seu íncrivel alcance de 14.800km.

a350-100-airbus-carbon-2

O principal diferencial da versão -1000 é a sua fuselagem alongada quando comparado a versão -900, sendo 13m mais comprida que esta. A maior fuselagem permite levar até 366 passageiros numa configuração típica de 3 classes. Já nos seus porões do A35W tem capacidade para 44 containêrs LD3 e um peso máximo de decolagem de 20,89 toneladas.

O primeiro cliente do A350-1000 será a Qatar Airways, recebendo a sua primeira aeronave no meio do próximo ano, sendo seguida pela Etihad Airways, que também recebe seu primeiro A350-1000 em 2017.

Fotos por Clément Alloing.

Carlos Martins

Despertou a paixão pela aviação em 1999 em um show da Esquadrilha da Fumaça. Atualmente é piloto e Bacharel em Ciências Aeronáuticas. Formado em Design e Performance de Aeronaves pela California State University Long Beach e Segurança da Aviação pela Western Michigan University. Membro da AOPA e da AIAA.