Boliviana Amaszonas compra a uruguaia BQB Líneas Aéreas.

11088820_896978783694501_7967557857626451192_o

Na madrugada de 17 de abril, os executivos da empresa boliviana Amaszonas fecharam acordo com os donos da BQB Líneas Aéreas para compra da empresa uruguaia. Com o acordo, a Amaszonas pretende recontratar cerca de 70% dos funcionários que já prestavam serviço à BQB, assim como continuar a dar manutenção nos três ATR da empresa, que encontram-se sem voar desde que a empresa encerrou suas operações no início de 2015.

O desafio para a Amaszonas agora é obter a Certificação de Operador Aéreo da BQB, a partir da qual poderá operar as rotas que a uruguaia operava a partir de Montevideo (para Buenos Aires e Assunção). De acordo com o Portal de América, a reativação das operações seria imediata, a partir do aluguel de uma de suas aeronaves para a subsidiária uruguaia.

A Amaszonas recebeu recentemente seu oitavo avião do modelo CRJ-200 e voa para 12 destinos na Bolivia e mais 7 no cone-sul (Montevideo, Iquique, Salta, Assunção, Arequipa, Cusco e para Campo Grande, seu único destino no Brasil). Em eventos recentes com autoridades e parceiros turísticos, a empresa já expressou seu desejo de ampliar a malha aérea para o Brasil, com novos destinos. Da mesma forma, a BQB também operou por um curto espaço de tempo em vários aeroportos brasileiros, incluindo São Paulo, Rio de Janeiro, Porto Alegre, Florianópolis e Foz do Iguaçu.

Em tempo, o Gerente Comercial da Amaszonas para a Argentina, Sergio Urioste, afirmou que a empresa boliviana encontra-se em meio a um plano de crescimento onde, nos próximos cinco anos, investirá 22 milhões de dólares para seguir ampliando sua frota até chegar a 16 Bombardier CRJ-200 e operar uma rede de 40 rotas até 2017, incluindo destinos no Brasil como Rio de Janeiro e Foz do Iguaçu, a partir da Bolívia.

Com informações do site Aeropuertos Argentinos

Comente