Amazon apresenta o seu primeiro Boeing 767F.

Amazon Boeing 767 F

A Amazon apresentou na quinta, no festival SeaFair em Seattle, o seu primeiro Boeing 767-300F, pintado com o logo PrimeAir, que é o projeto de entregas aéreas da empresa que inclusive utiliza drones para atender seus clientes.

A apresentação foi realizada num hangar da Boeing, companhia parceira da Amazon, ambas fundadas em Seattle, no estado americano de Washington. A gigante de vendas online já opera 10 aeronaves do modelo em contrato com a empresa aérea Atlas Air, mas esta é a primeira na nova pintura, e em 2 anos deverão ser 40 aeronaves do tipo voando entre os centros de distribuição da Amazon nos EUA.

A Amazon surgiu em 1994, como uma loja online de livros e hoje vende todos os tipos de produtos, de eletrônicos à comida, sendo a maior loja online do planeta, um dos segredos é o seu algoritmo para sempre oferecer o melhor preço para o consumidor sobre qualquer outra concorrente. Em 2005 a empresa criou o Amazon Prime, um serviço com custo de $100 dólares anuais e como vantagem oferece frete grátis em todas suas compras no período, além do usuário poder utilizar serviços de streaming de música, vídeo e alguns descontos na loja on-line. O serviço deu um boom em 2015 quando a companhia anunciou entregas no mesmo dia e sem custo adicional aos clientes Prime.

Amazon Boeing 767 F Prime

Esta aeronave foi batizada com o nome de Amazon One e recebeu a matrícula de N1997A, que tem um significado especial: Em 1997 a companhia foi lançada na bolsa de valores. Além disso, 1997 é um número primo, que em inglês é chamado de Prime Number, valorizando o slogan do serviço da companhia. A empresa informou que irá tentar conseguir números primos para todas as matrículas de suas aeronaves.

Algumas fontes afirmam que a Amazon estaria em negociação com a Boeing para adquirir 20 unidades do modelo 767F, a empresa não confirma e o vice-presidente de operações globais da Amazon, Dave Clark afirmou em entrevista: “Por enquanto estamos com o plano para 40 aeronaves, que servirão primeiramente a nossa rede Prime, sempre esamos a analisar oportunidades, mas nosso objetivo agora não é criar uma empresa de carga aérea, temos a UPS e a FeDex como bons parceiros e queremos continuar essa parceria.”

O chefe executivo de operações da Atlas Air, Bill Flynn, afirmou que apenas para as operações da Amazon serão contratados 400 à 500 pilotos, impulsionando o grande crescimento da Atlas, que apenas no ano passado contratou 375 pilotos e irá contar com 90 aeronaves até 2018.

O SeaFair é um tradicional festival de verão de Seattle, e conta com várias atrações musicais, culturais, aeronáuticas e militares. O Boeing 767 da Amazon irá fazer passagens baixas no Domingo, dia 07, entre 13h15min e 13h30min, logo após será a vez dos Blue Angels da Marinha Americana fazerem as demonstrações sobre o Lago Washington, em Seattle.

Veja abaixo o vídeo time-lapse da pintura da aeronave:

Informações por Seattle Times, traduzido e adaptado por Carlos Martins.

Carlos Martins

Despertou a paixão pela aviação em 1999 em um show da Esquadrilha da Fumaça. Atualmente é piloto e Bacharel em Ciências Aeronáuticas. Formado em Design e Performance de Aeronaves pela California State University Long Beach e Segurança da Aviação pela Western Michigan University. Membro da AOPA e da AIAA.

8 Comments:

  1. Seus livros chegarão mais rápido agora… hahaha Camila Ferreira

  2. sou obsseado por timelapse de pintura de aviao

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *