Aos 96 anos ela realizou o sonho de ser comissária de bordo.

56fc2f771e00008e01711ca4

Tendo crescido perto de Athens, na Geórgia, nos anos 1930, Clem Ferguson sempre sonhou em ser comissária de bordo. E levou quase 80 anos, mas ela finalmente realizou esse sonho. Aos 96 anos, Clem ganhou asas.

Através da ajuda de algumas organizações de caridade locais, incluindo a Second Wind Dreams, que ajuda a realizar sonhos de pessoas idosas, a Sra. Ferguson participou das seções de treinamento para comissários da Delta Airlines.

Embora quase com um século de vida, ela estava cheia de entusiasmo, segundo os instrutores. Ela participou de treinamentos sobre o equipamento de emergência, manuseio das portas da aeronave e foi muito simpática praticando a entrega das refeições do serviço de bordo.

“Nós gostamos especialmente de sua graciosidade e humor”, disse a instrutora da Delta Lisa Cryder.

Após uma queda que a deixou impedida de andar, a Sra. Ferguson mudou-se para uma casa de repouso, há dez anos, nunca imaginando que ela ainda atingiria seu objetivo. “Nunca pensei que meu sonho iria se materializar, disse enquanto recebia suas Asas, consagrando-a como comissária honorária. “Tive um dia maravilhoso”, concluiu.

A Delta Airlines possui tradição em realizar sonhos, com diversos outros exemplos em sua história. Por fim, nunca é tarde para nada, pessoal!

Matéria do The Huffington Post.

 

56fc3079150000ad000b3a13

8 Comments:

  1. gostei contrataram uma cms com a mesma idade das aeronaves. que bom nunca é tarde pra realizar um sonho

  2. O EUA e suas lindas histórias. Parabéns Delta Airlines, muito lindo.

  3. Nunca e tarde para realizar nosso sonhos. Parabéns

  4. PARABÉNS A DELTA E,A MAIS NOVA COMISSÁRIA

  5. Ainda dá tempo mãe!! Você tá com 94, ainda consegue Vanessa

  6. Claudineia Maximo de almeida

    Nunca devemos menosprezar aquele que deixou bons exemplos e ensinou muita gente,..sempre temos que valoriza-los , fazendo que eles sempre sejam uteis mesmo que suas forças nao possam exercer mais as atividades, mas jamais deixar de lado a oportunidade de integra-los compartilhando na mesma alegria que os façam sentir-se felizes, assim como muitos foram quando tiveram essa oportunidade

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *