Acompanhe a aproximação e pouso em London City com a British Airways.

A318 British London City

A British Airways publicou um vídeo mostrando a espetacular aproximação no pequeno aeroporto de London City, na capital britânica. A ação é para comemorar as 25 milhões de milhas voadas pela companhia na rota entre o aeroporto londrino e Nova York, que conta apenas com serviço da classe executiva. A distância voada é equivalente a 100 viagens à lua ou circular a terra 1.000 vezes.

O vídeo, filmado da perspectiva do piloto, permite que todos tenham a oportunidade de ver incríveis imagens aéreas da capital britânica.

A companhia aérea começou com os dois voos diários em 2009, com a classe única Club World (Classe Executiva) entre os aeroportos de London City e JFK em NY. Desde o seu lançamento, já foram voados 25 milhões de milhas náuticas apenas com 2 aeronaves Airbus A318 em operação contínua.

Durante a aproximação final no Aeroporto de London City, a visão da cabine de comando permite vistas únicas dos pontos mais famosos de Londres, incluindo a roda-gigante London Eye, o arranha-céu The Shard e da Tower Bridge.

O vídeo mostra a Comandante Karen Atherton e o Primeiro-Oficial Sênior Paul Riglar nos controles de um dos A318 especialmente modificado da companhia, que permitem uma aproximação mais ingrime que o habitual (Airbus Steep Approach), que é requerido para operações no aeroporto, uma das aproximações mais desafiantes de todos os 190 destinos da British Airways.

A Comandante Karen Atherton é uma dos 27 comandantes da British Airways que são qualificados para realizar esta aproximação. Apenas pilotos com bastante experiência no Airbus podem solicitar voar nesta rota e devem passar por um treinamento extra rígido, envolvendo voos no simuladores e provas em rota, antes de serem aceitos na malha.

“A visão de Londres é de tirar o fôlego e uma constante lembrança de como a cidade é incrivelmente bonita” disse a comandante Karen, que complementou: “O nível de treinamento é alto, e existe uma grande atenção do piloto, porém o voo é muito recompensador. Eu moro numas das melhores comunidades no mundo e é muito bom poder compartilhar essa experiência com nossos passageiros através do vídeo.”

A rota especial Club Word do A318 permite que os passageiros estejam no centro financeiro da capital apenas 30 minutos após o pouso. Este voo especial é o único voo de longa duração a partir do aeroporto de London City.

Devido a proximidade do aeroporto ao centro de Londres e sua curta pista, o Airbus A318 é especialmente modificado para realizar esta aproximação, usando spoilers na suas asas para produzir arrasto aerodinâmico necessário para manter a velocidade de pouso.

A British Airways foi a primeira companhia aérea no mundo a receber essa modificação especial no A318 com o sistema Airbus Steep Approach, e os pilotos da companhia devem fazer um treinamento adicional e uma certificação a mais para voar nesta rota.

Confira abaixo alguns dados interessantes sobre a rota e o vídeo da aproximação comentado pela Comandante Karen:

  • A rota Club World entre London City e o JFK é operado apenas com o A318 em configuração totalmente executiva, com 32 assentos-camas espaçosos, únicos em toda frota da companhia.
  • Os voos da rota usam o mesmo número de voo que o Concorde usava entre Londres e Nova Iorque: BA0001, BA0002, BA003 e BA0004 – refletindo a natureza premium do serviço, que no Concorde também contava com uma configuração totalmente executiva.
  • O voo BA001 de London City para o JFK permite que os passageiros desembarquem em Shannon, Irlanda, de maneira que possam fazer os procedimentos  da alfandega americana, agilizando a sua chegada em Nova York.
  • As passagens para os voos podem ser compradas a partir de £2.193 libras esterlinas, o equivalente a R$11.000 reais para o voo de ida e volta, incluindo taxas e impostos.

Pela assessoria de imprensa da British Airways

 

Carlos Martins

Despertou a paixão pela aviação em 1999 em um show da Esquadrilha da Fumaça. Atualmente é piloto e Bacharel em Ciências Aeronáuticas. Formado em Design e Performance de Aeronaves pela California State University Long Beach e Segurança da Aviação pela Western Michigan University. Membro da AOPA e da AIAA.