As 10 rotas mais movimentadas do Brasil (ANAC).

anac1

Em pesquisa ampla e inédita, intitulada “O Brasil que voa”, a ANAC traçou o mais detalhado perfil do usuários de transporte aéreo no Brasil. A pesquisa foi realizada durante o ano de 2014, com mais de 150 mil entrevistas em 65 aeroportos que, juntos, somam 98% do tráfego aéreo nacional em 2014.

Nós analisamos os resultados da pesquisas e vamos trazer a vocês os destaques. A pesquisa foi bastante abrangente e vale a pena ser vista na íntegra no site da ANAC, no endereço www.aviacao.gov.br/obrasilquevoa/.

Confira as 10 rotas mais feitas pelos Brasileiros dentro do país e o total estimado de passageiros de cada uma conforme a pesquisa da ANAC.

 

I. FLUXO ENTRE ESTADOS 

Observe que, no caso do fluxo anual estimado entre estados, São Paulo aparece em 9 dos 10 trechos mais movimentados. Ao todo, a ANAC estima que cerca de 199 milhões de pessoas passaram pelos aeroportos brasileiros em 2014.

1º – São Paulo – Rio de Janeiro – 6,7 milhões de pessoas

2º – São Paulo – Bahia – 4,7 milhões

3º – São Paulo – Paraná – 4,3 milhões

4º – São Paulo – Minas Gerais – 3,9 milhões

5º – São Paulo – Rio Grande do Sul – 3,5 milhões

6º – São Paulo – Distrito Federal – 3,2 milhões

7º – São Paulo – Santa Catarina – 3,1 milhões

8º – São Paulo – Pernambuco – 2,9 milhões

9º – São Paulo – Ceará – 2,1 milhões

10º – Rio de Janeiro – Distrito Federal – 1,8 milhões

 

II.  FLUXO ENTRE MUNICÍPIOS

Foram citados na pesquisa 3.590 municípios, ou seja, 65% do total de municípios brasileiros, que é de 5.561. O Nordeste predomina, com 1.294 municípios citados na pesquisa, enquanto do Centro-Oeste, apenas 300 municípios foram citados como origem ou destino dos passageiros.

1º – São Paulo/SP – Rio de Janeiro/RJ – 4,2 milhões de pessoas

2º – Brasília/DF – São Paulo/SP – 2,1 milhões

3º – São Paulo/SP – Salvador/BA – 1,6 milhão

4º – Brasília/DF – Rio de Janeiro/RJ – 1,6 milhão

5º – Porto Alegre/RS – São Paulo/SP – 1,5 milhão

6º – São Paulo/SP – Belo Horizonte/MG – 1,5 milhão

7º – Curitiba/PR – São Paulo/SP – 1,3 milhão

8º – São Paulo/SP – Recife/PE – 1 milhão

9º – Florianópolis/SC – São Paulo – 1 milhão

10º – Rio de Janeiro/RJ – Belo Horizonte/MG – 1 milhão

 

Uma observação importante para apoiar na interpretação dos resultados é que a pesquisa considerou as cidades de origem e destino dos pesquisados e não a rota aérea utilizada, por exemplo, um passageiro pode estar indo do interior de Minas Gerais para o interior de Pernambuco. Nessa situação, a pesquisa trará o município de origem dele em MG e o final em PE, e NÃO a rota voada.

Carlos Ferreira

É profissional de marketing e pesquisador de temas relacionados à aviação há quase duas décadas. Leva a câmera fotográfica para onde vai e faz mais fotos de aviões do que dos passeios. Responsável pela linha editorial da revista eletrônica AEROIN.net.

Comente