Avianca Argentina define aeronaves e rotas. Brasil está nos planos.

avianca-atr-72

Na manhã de ontem, chegou ao Aeroporto Internacional de Tucumán o presidente do Synergy Group, Germán Efromovich, com o objetivo de apresentar oficialmente o projeto que a Avianca Argentina tem para instalar um hub na cidade.

A companhia irá basear 4 aviões turboélices do modelo ATR 72-600 no Aeroporto de Tucumán, de um total de 12 que terá na frota. A companhia estima começar suas operações em Julho de 2017, assim que terminarem as obras de melhorias e ampliação do aeroporto. Além dos voos regionais na Argentina, a companhia irá voar para 5 países do continente, incluindo o Brasil.

A rota para Florianópolis será operada diariamente, e será uma extensão da rota que vai para Posadas e Puerto Iguazú. Os horários ainda não estão definidos, mas espera-se que o voo chegue em um horário conveniente com as operações da Avianca Brasil em Florianópolis, sendo uma facilidade a mais para o passageiro da Avianca.

No mercado doméstico, a Avianca Argentina irá operar para Salta, Córdoba, Rosário, Resistencia, Puerto Iguazú, Catamarca, La Rioja, Santiago del Estero, San Juan, Mendoza e Posadas. Já os destinos internacionais serão Lima no Peru, Iquique no Chile, Assunção no Paraguai, Santa Cruz de La Sierra na Bolívia e Florianópolis no estado de Santa Catarina.

Confira abaixo o mapa de todas as rotas da Avianca Argentina:

 

avianca-argentina-hub-tucuman-red

As operações da Avianca Argentina irão gerar 15 voos diários a mais no Aeroproto de Tucumán, um aumento de 150%. A expectativa é da geração de 250 empregos, incluindo tripulantes, mecânicos e pessoal de terra.

Além das operações da subsidiária Argentina, a Avianca irá iniciar voos cargueiros para a Tucumán com o Airbus A330-200F, com potencial para ser o segundo maior aeroporto de cargas no país.

Adaptado do Aviacionline.

Carlos Martins

Despertou a paixão pela aviação em 1999 em um show da Esquadrilha da Fumaça. Atualmente é piloto e Bacharel em Ciências Aeronáuticas. Formado em Design e Performance de Aeronaves pela California State University Long Beach e Segurança da Aviação pela Western Michigan University. Membro da AOPA e da AIAA.

34 Comments:

  1. Só senti falta de atender Buenos Aires

  2. Avianca aos poucos dominando a América latina!!

  3. Quanto mais empresas mais linhas mais concorrência nos consumidores que ganhamos! Vida longa e saudável a Avianca Argentina.

  4. Enquanto isso no Brasil a Avianca cada vez mais diminui sua presença, mesmo nos grandes centros, e nem pensa em entrar no mercado regional. Brasil sil sil sil!

    • De onde você tirou essa informação?

      Avianca foi a única que não reduziu a frota, pelo contrário, entregou os MK28 e recebeu A320ceo e A320neo, aumentando bastante a oferta. Selecionou tripulação durante quase todo o ano…

    • Joi Oliveira não reduzir frota não quer dizer não reduzir presença. Avianca atualmente não voa mais pra alguns centros importantes como Confins, Manaus… além de ter abandonado o projeto de aviação regional há alguns anos quando aposentou os FK-50. Nada contra a empresa. Ps: Muito engraçado você chamar os FK-100 de MK-28. Kkkkkkk… acionista da empresa ou funcionário?

    • Por que era a empresa com o menor número de acfts, meu caro, basta vc olhar a malha da Avianca, nesse caso ela foi a única empresa que conseguiu expandir sua operação a medida que recebeu as novas aeronaves lembrando que dos A318 que tinha na sua operação a maioria não voa a bastante tempo devido a falta de motores, se não me engano a última troca de motor do A318 da Avianca foi em fevereiro deste ano. A Latam por exemplo está em um processo de modernização de sua frota substituindo alguns A320 com idade entre 15 e 19 anos pelos A321Ceo e A320Neo… A Gol se prepara pra modernizar sua frota com a chegada dos B737-Max, e a Azul eu acredito que essa tenha sim reduzido a frota momentaneamente mas já recebeu 02 A320 Neo de um total de 20, então o que você acha?

    • Heitor Augusto Souza Nobre não estou discutindo processos internos de modernização ou manutenção das empresas. Se a Avianca tinha um número reduzido de acfts é porque as que possuía deixaram de ser viáveis economicamente, caso dos fk-50 e 100. Realidade é que continua sem atender centros importantes e investindo menos no BR do que em outras praças. Essa foi minha crítica.

    • Eduardo Almeida, ela não está investindo menos. Tirou BH e acrescentou GYN e aumentou a frequência em CWB. O problema de BH é que precisa de mais aeronaves e ela apenas está substituindo os 18 por 20, aumentando a oferta. Liberem Pampulha que ela volta para aí….

    • André Felipe qual seria e diferença de cnf para plu?

    • Só pq ela saiu de duas cidades quer dizer que está reduzindo?

      Não sou funcionário/acionista ou qualquer coisa do tipo, uso a nomenclatura que a empresa usa.

      Sobre Gol, Latam BR e Azul, TODAS reduziram a frota em (pelo menos) 20 aeronaves!

      Sobre os A318, eles vieram enquanto a Airbus não entregava os A320 (Tam fez isso, quando usou os “caveirões” – 767 bem antigos – enquanto não recebia os 777. É de praxe no segmento)

    • Eduardo Almeida em PLU ela lucraria mais com maior demanda e oferta menor/limitada.

    • Carlos Martins se a Plu fosse reaberta seria para todas as cias, haveria grande concorrência, seria ótimo pro público. Não sei se seria tão rentável pra Avianca. E só seria no esquema ponte aérea pro Rj, Sp e Df.

    • E contrário ta aumentando inclusive colocando nvt como novo destino

    • Eduardo Almeida será limitado a 4 operações por hora, na melhor das hipóteses 1 operação por companhia a cada hora, a procura vai ser grande e não tem tanta possibilidade de expansão, a Avianca saiu de CNF porque não era tão rentável.

    • Joi Oliveira Não esqueça que a empresa utilizou os MD-11 também até a chegada do 777-300ER com sua chegada ela tirou o MD-11 e A340-500 :/

  5. Que lindo esse ATR da Avianca

  6. Leo Dutra Rodrigo Padilha buedínhos hermanos yessss

  7. esperamos que a empresa Avianca venha para a cidade de Lins interior de SP!

  8. Pingback: Primeiro ATR-72 da Avianca Argentina está a caminho do Brasil. - AEROIN

Comente