Avianca, Azul e Gol estão na disputa para compra da TAP Air Portugal.

tap Segundo as autoridades portuguesas, deve avançar nesse primeiro trimestre de 2015 o processo de privatização de uma das mais tradicionais empresas da Europa. O governo já elegeu o conglomerado financeiro Citigroup para intermediar o processo e as empresas de auditoria Deloitte e pwc para avaliarem as condições financeiras da companhia.

O mais interessante de tudo isso é que, no páreo, estão interessados pela empresa portuguesa cinco grupos empresariais: o grupo português Pais do Amaral, a Air Europa, a Avianca-Taca e as brasileiras Azul e Gol (a última pediu na semana passada os documentos com as análises financeiras e confirmou interesse no negócio).

Estão na mesa 66% das ações da TAP, ou seja, o direito de controlá-la. O percentual restante ficará nas mãos do governo e dos funcionários da companhia.

Se de um lado está o governo querendo aumentar a eficiência da empresa, do outro os sindicatos e funcionários se mostram totalmente contrários ao movimento. Uma greve em alguns setores da companhia aérea ameaça prejudicar as operações, enquanto que outro grupo de funcionário criou o site www.naotaposolhos.com que defende manutenção do patrimônio do país ibérico.

Essa briga vai ter vários capítulos ainda, só para você ter uma noção, são 12 os sindicatos envolvidos. Veja o logo do grupo que é contra a privatização:

cropped-site31jan

Carlos Ferreira

É profissional de marketing e pesquisador de temas relacionados à aviação há quase duas décadas. Leva a câmera fotográfica para onde vai e faz mais fotos de aviões do que dos passeios. Responsável pela linha editorial da revista eletrônica AEROIN.net.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *