Avianca Brasil inicia voos para o Chile e continua expansão no continente

A Avianca Brasil começou na última segunda-feira, 07 de agosto, os voos diretos para Santiago do Chile, que serão operados duas vezes por dia a partir de São Paulo (Guarulhos), sendo um voo com o Airbus A330 e outro com o A320, competindo diretamente com o grupo LATAM.




A companhia agora se torna a 3ª a operar voos diretos entre Brasil e Chile, seguindo a GOL e a LATAM – que opera com suas divisões chilena e brasileira. O Brasil é o segundo país que mais envia turistas para o Chile (440 mil viajantes apenas em 2016), ficando atrás apenas da Argentina. Segundo o CEO da Avianca Brasil, José Efromovich, este foi o principal motivo da companhia escolher Santiago como seu segundo destino internacional com os A330-200, após Miami.

Conectividade com a Star Alliance é outro motivo que levou a brasileira Avianca ao Chile. Apesar do país andino contar com diversas companhias aéreas estrangeiras, algumas aéreas membros da Star Alliance como a Lufthansa, Ethiopian e South African Airways não voam para o Chile.

Os dois voos diários irão somar 5.600 assentos a mais na rota São Paulo – Santiago, ultrapassando a GOL. O próximo passo para a expansão internacional da Avianca Brasil será o voo para Nova Iorque (JFK) que se inicia em dezembro. O terceiro Airbus A330-200 da companhia já foi recebido e nacionalizado, e deverá entrar na malha nos próximos dias. Confira abaixo os horários dos voos da Avianca Brasil no Chile:

Voo Origem Partida Chegada Destino Avião
8518 São Paulo (GRU) 09:05 12:20 Santiago A330
8519 Santiago 13:50 18:40 São Paulo (GRU) A330
8524 São Paulo (GRU) 20:10 23:25 Santiago A320
8525 Santiago 01:55 05:55 São Paulo (GRU) A320

Com informações e fotos de Ricardo Delpiano, do site parceiro DESDE SCL.

Carlos Martins

Despertou a paixão pela aviação em 1999 em um show da Esquadrilha da Fumaça. Atualmente é piloto e Bacharel em Ciências Aeronáuticas. Formado em Design e Performance de Aeronaves pela California State University Long Beach e Segurança da Aviação pela Western Michigan University. Membro da AOPA e da AIAA.