Avianca Brasil renova cardápio de São Paulo para Brasília e Rio de Janeiro.

Avianca Star Alliance Airbus A319

A Avianca Brasil, membro brasileiro da aliança global Star Alliance, lançou novas opções de lanches nos voos de São Paulo (Congonhas) para Rio de Janeiro (Santos-Dumont) e Brasília operados por aeronaves Airbus A319 e A320. O cardápio inclui opções de sanduíches quentes ou pães de batata, frutas da estação ou muffins variados, além de uma seleção de bebidas, como sucos, refrigerantes e café.

“Os lanches que oferecemos como cortesia são um dos principais diferenciais reconhecidos e elogiados pelos nossos clientes. A área de Serviço de Bordo está sempre pensando em formas de surpreender e proporcionar boas experiências para os paladares dos passageiros”, destacou Flavia Zülzke, gerente geral de Marketing da Avianca Brasil.

Entre os novos lanches quentes, destacam-se o sanduíche de pão australiano com queijo muçarela, lombo canadense e pasta de queijo cremoso com salsinha, além de três variedades de pães de bisnaga (beterraba, cenoura ou centeio) recheados com queijos, presunto cozido, lombo canadense ou blanquet de peru e pastas de tomate seco ou cenoura. Para voos com mais de uma hora de duração, os passageiros que não comem carnes podem solicitar no ato da reserva da passagem, com pelo menos 48 horas de antecedência, uma opção ovo-lacto vegetariana*.

Nos demais voos domésticos com mais de uma hora de duração, a Avianca Brasil oferece outros tipos de sanduíches com recheios variados, quentes ou frios. Nos trechos mais curtos, com menos de uma hora, são servidos bombons ou bolinhos.

Mais informações e fotos dos novos lanches podem ser encontradas no blog oficial da Avianca Brasil, em blog.avianca.com.br, e no Flickr da companhia, em flickr.com/photos/avianca.

*Esse serviço está disponível para solicitações de clientes que tenham reservas em voos de ida e volta com duração acima uma hora, com exceção da rota São Paulo/Rio de Janeiro/São Paulo.

Avianca Lanche 01

Avianca Lanche 02

Murilo Basseto

Formado em Engenharia, foi um dos líderes do Urubus Aerodesign da Unicamp e um dos responsáveis por alçar o grupo à elite mundial da engenharia aeronáutica universitária. Atualmente é Editor-Chefe do AEROIN.