AVIANCA está próxima de comprar uma empresa aérea argentina.

434

É isso o que afirma o periódico La Nación, um dos mais importantes da Argentina. Seria a tão esperada chance do grupo AVIANCA-TACA entrar no mercado argentino.

O mercado da aviação comercial na Argentina está agitado e não é para menos. A família do presidente Maurício Macri está a ponto de vender sua companhia de táxis aéreos, a MacAir, que possui seis aviões. O comprador seria um dos maiores grupos de aviação do mundo, o AVIANCA-TACA e segundo o jornal, a negociação está praticamente encerrada.

Os analistas de mercado apostam que a empresa vem para competir com as principais linhas aéreas do país, a Aerolineas Argentinas, Austral e a LAN. Por isso, os concorrentes já se põem alertas para a entrada de um novo ator no mercado aéreo argentino.

Segundo especialistas, a venda da empresa da família Macri é necessária para sua sobrevivência. Isso por que parte das operações de fretamento eram do Estado até alguns anos atrás, no entanto, com Macri tendo chegado ao poder, esses contratos estão sendo todos encerrados.

Para a AVIANCA, a MacAir possui um atrativo especial, que é a permissão para voar na Argentina. Se fosse por outros meios seria um processo extremamente burocrático, que não se realiza desde 2007, quando a LAN chegou ao país.

Outro atrativo é a possibilidade de operar no Aeroparque. Diferentemente de outras empresas, a MacAir manteve essa autorização e não teve que retirar suas operações do aeroporto mais central de Buenos Aires. Apesar de voar aeronaves pequenas, a permissão de operação da MacAir lhe permite operar aviões de grande porte.