Azul ajuda Operação Sorriso a realizar 53 cirurgias na missão em Mossoró/RN.

Azul Embraer E195

Mais de cinquenta crianças portadoras de lábio leporino e fenda palatina foram operadas em Mossoró entre os dias 4 e 7 de agosto durante a primeira missão da Operação Sorriso na cidade, que teve a ajuda da Azul Linhas Aéreas Brasileiras para transportar 50 profissionais da saúde para o local e aproximadamente uma tonelada de equipamentos médicos via Azul Cargo. A aérea é apoiadora social da organização há mais de três anos e além de transportar pessoas e carga para os locais das missões, a companhia auxilia a iniciativa com os voluntários de seu Programa de Voluntariado.

“Estamos certos que, após estes quatro dias de ações, Azul e Operação Sorriso tornaram a vida de crianças e adolescentes da região de Mossoró ainda melhor. É uma honra fazer parte desta causa tão importante, que casa perfeitamente com o objetivo da Azul de fazer a diferença na vida das pessoas, seguindo a cultura do Cuidar, muito presente na rotina da companhia”, comenta Claudia Fernandes, diretora de Marketing e Comunicação da Azul.

“Nosso trabalho não seria possível se não fosse o apoio de parceiros tão engajados como a Azul, que não só nos ajuda no transporte da carga e dos voluntários, como também disponibiliza seus voluntários para nos apoiar durante os dias de cirurgia, levando ainda mais carinho e cuidado aos nossos pacientes”, destaca Ana Silvia Stabel, diretora executiva da ONG Operação Sorriso.

A triagem dos pacientes foi realizada no Centro Clínico Vingt-Un Rosado e contou com auxílio de um grupo de voluntários do Programa de Voluntariado da Azul. Eles ficaram responsáveis por orientar as famílias presentes e ajudar no preenchimento de formulários da ação para escolha das crianças que passam pelo procedimento.

Já as cirurgias ocorreram entre a sexta-feira (5) e o domingo (7) no Hospital Wilson Rosado e o trabalho dos voluntários foi de acompanhar as famílias e animar as crianças no pré-operatório.

Da Assessoria de Imprensa.

Murilo Basseto

Formado em Engenharia, foi um dos líderes do Urubus Aerodesign da Unicamp e um dos responsáveis por alçar o grupo à elite mundial da engenharia aeronáutica universitária. Atualmente é Editor-Chefe do AEROIN.