Azul retomará operações em Campina Grande com voo diário para Recife.

IMG_4359 copy
A cidade de Campina Grande, no interior do Paraíba, voltará a receber voos da Azul Linhas Aéreas Brasileiras. A companhia retomará as operações em 29 de março, com uma frequência diária sem escalas que ligará os Clientes ao Recife. A decisão da companhia de retornar a Campina Grande ocorre após estudos de malha e conectividade ampliada na capital pernambucana.

“Estamos muito contentes pela retomada dos voos em Campina Grande. Apostamos no sucesso desta rota, dadas as possibilidades de conexão no Recife, que se transforma em uma base de destaque no Nordeste. Assim, ligaremos os Clientes do interior paraibano a todo o país, tanto para quem viaja a negócios quanto a turismo. Um de nossos principais compromissos é o de conectar o Brasil cada vez mais, e a volta de operações em Campina Grande é um grande exemplo disso”, comenta Marcelo Bento, diretor de Planejamento e Alianças da Azul

Com um voo diário operado pelo ATR 72-600, de 70 lugares, a Azul garantirá oferta semanal de aproximadamente mil assentos entre Campina Grande e o Recife.

Conectividade –
A oferta de voos para todo o Brasil será um diferencial aos Clientes de Campina Grande. Com as novidades já anunciadas para o Recife, os viajantes que partem do interior da Paraíba podem conectar-se a grandes centros urbanos, como São Paulo, Belém, Goiânia, Belo Horizonte, Fortaleza, Salvador, Brasília e Curitiba.

O destino – Campina Grande é considerada uma das “capitais juninas”, com grandes comemorações nas festas de São João. A cidade tem mais de 350 mil habitantes, e tem como principais atividades econômicas o comércio e serviços, além de ser referência em tecnologia, com fábricas de softwares que exportam para todo o mundo.

Campina Grande é polo regional, com aproximadamente 60 cidades em seus arredores.

Luis Neves

É agente de turismo e acompanha a evolução da aviação brasileira desde o final da década de 80. Fotografa tudo o que voa e tem uma das maiores coleções de fotos de aviação do Brasil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *