Azul substitui ATR’s por aeronaves maiores e otimiza frota

A Azul (B3: AZUL4, NYSE: AZUL) anuncia a venda de dez ATR 72-600 para a Nordic Aviation Capital (“NAC”) resultando em uma redução da dívida total em cerca de R$ 325 milhões. Cinco unidades sairão da frota da companhia no último trimestre de 2017 e cinco na primeira metade de 2018. O acordo com a NAC também inclui a entrega de três aeronaves novas ATR 72-600 sob leasing operacional na segunda metade deste ano.




“Continuaremos voando com os ATR, pois eles nos ajudam a explorar novos mercados e rotas regionais. Na medida em que expandimos nossa malha, é natural que parte de nossos ATR sejam substituídos por aeronaves maiores e mais modernas. Nossa estratégia, em termos de frota, é ter a aeronave certa para o mercado certo e já conseguimos identificar vários mercados que estão prontos para receber aeronaves maiores”, comenta John Rodgerson, presidente da Azul.

“Estamos satisfeitos por ter concluído esta transação com um cliente tão valorizado como o Azul”, diz Martin Moller, presidente da Nordic Aviation Capital. “Vemos uma forte demanda por aeronaves ATR 72-600, por isso, estamos aproveitando a oportunidade para adquirir esse número de aeronaves de alta qualidade da Azul. Esta não é a primeira vez que adquirimos e revendemos aviões da Azul e a resposta dos novos operadores é sempre muito positiva. Em breve, encontremos uma nova casa para essas aeronaves”, completa o executivo.

A decisão da Azul está em linha com sua estratégia de otimização de frota e crescimento por meio de aeronaves com maior capacidade de assentos e mais eficientes. A venda dos 10 ATRs já estava sendo considerada na projeção de frota da empresa para 2017 e 2018, que consiste em encerrar o ano com 122 e 128 aeronaves operacionais, respectivamente. A empresa espera crescer sua capacidade em termos de assentos quilômetros voados (ASKs) de 11% a 13% em 2017.

Pela Assessoria de Imprensa da Azul Linhas Aéreas

Carlos Martins

Despertou a paixão pela aviação em 1999 em um show da Esquadrilha da Fumaça. Atualmente é piloto e Bacharel em Ciências Aeronáuticas. Formado em Design e Performance de Aeronaves pela California State University Long Beach e Segurança da Aviação pela Western Michigan University. Membro da AOPA e da AIAA.
  • Aparecida santos

    Eu ❤ a azul a melhor e azul.

  • Fabiano Olivr

    Azul caminhando para se tornar a maior empresa aérea brasileira? Fica aí o questionamento, né.

    • Leandro kIefer

      estive em uma seleção na AZUL, eles querem estar entre as maiores do mundo

  • BORGES

    Existe cidades operadas pela azul com capacidade nós aeroportos até aviões tipo Atr e aí como fica?

    • guilherme

      Ela ñ disse q vai vender todos os ATRs

  • Jediael

    Voar pela Azul, é simplesmente gratificante.!!

  • murilo

    Boa tarde.
    Dourados MS está operando com rsses avioes novos?
    jatos ou turbo jatos?

  • Samuel Vieira

    Parabéns azul muito sucesso lembro quando vc chegou em Campinas com algumas manutenções em amarais .mas só vinha crescendo .cada dia que passa so trocando de aeronaves sucesso. Futuramente vamos ver a azul voando tripon Se Vem parabéns..

  • José Donizeti Menegasso

    Gosto muito da azul,e viajo pelo menos 4 vezes ao ano saindo de Campinas, só não entendo pq quando a azul começou a voar no Brasil prometeram ser a mais barata das companhias aéreas ,e segundo o diretor da época falava q a azul não iria competir com as empresas aéreas,e sim competir com os clientes que viajavam de ônibus iriam fazer um preço que seria compatível e melhor q as rodoviárias,hj saindo de Campinas de todos os lugares inclusive as conexões os lugares que eu voo é a mais cara de todas sempre ,já fazem 5 anos q não consigo comprar passagens da azul é uma pena que isso ficou só na conversa .só não entendo pq aqui em Campinas saem a maioria dos vôos da azul pro Brasil todo e ainda é a mais cara porque será???o que aconteceu???

  • RABUGENTO

    Já tinham vendido todos os ATR42 que quebravam um galhão em Macaé.
    Agora vão sumir com os outros.
    Ficaram ricos, não precisam mais de dinheiro… 🙁