Azul Uruguay próxima de ser autorizada e define primeiras rotas para o Brasil.

A Azul Linhas Aéreas tem como objetivo começar a operar sua subsidiária de bandeira uruguaia no menor prazo possível, e a autoridade de aviação civil do Uruguai, a DINACIA, já sinalizou a sua aprovação.




Na semana passada a companhia apresentou toda a documentação solicitada para ánalise da DINACIA. O próximo passo é a análise pela junta aeronáutica para concessão da permissão provisória como uma linha aérea regular uruguaia. A primeira rota será a ponte aérea entre Montevídeo e Buenos Aires.

Segundo fontes do jornal El Observador, com essa permissão, que deve acontecer em questão de poucos dias, a empresa poderá solicitar formalmente as rotas e começar o processo de certificação de suas aeronaves. A subsidiária uruguaia irá se chamar Azul Uruguay e planeja operar inicialmente entre seis e oito aeronaves ATR 72-600, que chegarão novos direto da França.

Outras rotas a serem realizadas são de Montevídeo para Porto Alegre e para São Paulo. A Azul também negocia há alguns meses a implementação de um hub no Aeroporto de Carrasco, na capital uruguaia. A companhia deverá incorporar parte dos ex-empregados da extinga Alas Uruguay. Estima-se que a companhia comece as operações no segundo semestre deste ano.

Informações pelo periódico El Observador. 

Carlos Martins

Despertou a paixão pela aviação em 1999 em um show da Esquadrilha da Fumaça. Atualmente é piloto e graduando de Ciências Aeronáuticas. Formado em Design e Performance de Aeronaves pela California State University Long Beach e Segurança da Aviação pela Western Michigan University. Membro da AOPA e da AIAA.