Bagagem no avião: você sabe o que pode e o que não pode levar?

luggage

Foto: Malas Samsonite

Você sabe como despachar uma prancha de surf? Ou como viajar com um carrinho de bebê? Arrumar as malas já é começar a viagem.

Por isso, é importante saber o que pode ou não ser levado para não ser pego de surpresa. Veja algumas dicas que a GOL Linhas Aéreas preparou para os passageiros sobre como organizar a bagagem e garantir uma viagem tranquila antes mesmo de embarcar.

Para facilitar, a companhia também elaborou um infográfico com o que pode levar e o limite de peso e volume permitido na bagagem despachada e na bagagem de mão.

 

Fazendo as malas

Identifique suas malas com nome e endereço para não confundir com as de outros passageiros. Os objetos de valor, como joias e dinheiro, não poderão ser despachados e serão aceitos apenas como bagagem de mão.

Quando você for preparar suas malas, lembre-se de separar notebooks, câmeras fotográficas, telefones celulares, documentos e outros objetos de valor na sua bagagem de mão.

Os aparelhos eletrônicos precisarão passar pelo aparelho de raio-x do aeroporto no mesmo momento em que você passará pelo detector de metais, na entrada da sala de embarque. Por isso, esses itens só podem ser transportados com você.

Fique atento para não ultrapassar o limite de peso de cinco quilos da sua mala de mão. Por isso, dê preferência a mochilas ou malas pequenas.

Alguns objetos precisam de atenção especial ou atender algumas regras para serem transportados. Abaixo, saiba um pouco mais:
MATERIAL ESPORTIVO

Viajar com objetos esportivos pode exigir um preparo a mais. Bicicletas, pranchas de surfe, esquis, snow board, arco e flecha, kite surfe, patinete e wake board são transportados normalmente como bagagens despachadas. Esses são pesados e entram no limite de peso que cada cliente pode levar no voo (e o excesso de peso, se houver, é cobrado normalmente). Caiaque e Windsurf são aceitos somente via Gollog, unidade de cargas da GOL Linhas Aéreas.

 

BEBIDAS

Você pode transportar bebidas, como vinhos, sucos ou cervejas, mas os produtos precisam estar lacrados, nos frascos originais e serem transportados em embalagem plástica dentro da bagagem despachada.

 

 

REMÉDIOS ESPECIAIS

Para embarcar com remédios especiais, que necessitam de refrigeração, o cliente deverá acondicioná-las em gelo seco – desde que a quantidade de gelo seco não ultrapasse 2,5 kg por passageiro e a embalagem permita a saída do gás dióxido de carbono – ou com gelo em gel.

Lembrado que, caso o medicamento esteja acompanhados de seringas, é preferível que seja despachado via check-in. O cliente também deverá portar a documentação pertinente ao transporte.

Importante: isopores comuns não serão aceitos com gelo seco, somente caixas térmicas. Lembramos também que gelo comum não será aceito sob nenhuma circunstância.

 

INSTRUMENTOS MUSICAIS

É permitido embarcar levando instrumentos musicais na cabine de passageiros, desde que não ultrapasse os cinco quilos e as dimensões da franquia de bagagem de mão. Caso contrário, o material deve ser despachado com as malas para viajar no porão da aeronave, entrando no limite da franquia de bagagem: 23 quilos.

Você pode transportá-lo, com o peso máximo de 45 kg, no assento, desde que seja efetuada a compra de um assento extra.

 

PLANTAS

Em voos internacionais, o transporte de plantas deve ser feito somente via cargas. Em viagens nacionais, você precisará permanecer com a planta durante todo o voo, porque não existe compartimento específico a bordo. Por isso, é necessário bom senso para transportar plantas sem odores e sem derrubar água, terra ou similares. Para informações sobre documentação, entre em contato com a Secretaria de Agricultura do estado em questão.

Você sabia que alguns objetos são considerados BAGAGEM GRATUITA? Confira os itens que podem embarcar sem entrar na franquia:
• Livros e revistas para leitura.
• Um sobretudo, capa de chuva, manta ou casaco de uso pessoal.
• Um guarda-chuva ou uma bengala.
• Uma cadeira de rodas desmontável (despachada com a bagagem) ou um par de muletas.
• Um carrinho de bebê (despachado) e um bebê conforto (se um bebê de até dois anos acompanhar um cliente pagante).

 

Veja um resumo no infográfico.

golbagagem

Carlos Ferreira

É profissional de marketing e pesquisador de temas relacionados à aviação há quase duas décadas. Leva a câmera fotográfica para onde vai e faz mais fotos de aviões do que dos passeios. Responsável pela linha editorial da revista eletrônica AEROIN.net.

Comente