Sete dos 10 voos de maior duração do mundo são feitos com Boeings. Veja lista completa.


A lista atualizada das maiores rotas do mundo por tempo de viagem (block time*) mostra o domínio do Boeing 777  nesse tipo de trajeto. São voos ultra-longos, com mais de 16 horas a bordo, sem escalas. Seis dos dez voos da lista são operados com o triplo-7. A lista ainda tem o gigante A380 aparecendo duas vezes, seguido pelo jatos da nova geração, o Boeing 787 e o Airbus A350, que aparecem uma vez cada.




A lista foi feita pela OAG – empresa que analisa o mercado da aviação –  e publicada na revista Forbes. O analista da OAG, John Grant, garante que os novos tipos de bimotores de Boeing e Airbus vão ser capazes de promover mudanças nessa lista, por sua habilidade de carregar a mesma quantia de combustível, com menos peso estrutural.

Para exemplificar, uma mudança que deve acontecer muito em breve será a reinauguração do voo entre Cingapura e Newark (10.252 milhas / 16.500 km), pela Singapore. A empresa apenas aguarda o lançamento do A350-900 ULR (ultra-long-range) para implantá-la. A rota era operada até 2013 pelo A340-500. Outra que vai para o topo é a Qantas, com a criação da rota de Perth à Londres, com o Boeing 787-9.

O futuro está aí e podemos nos preparar para cada vez mais voos diretos e longos entre grandes cidades. Confira a lista (e algumas observações abaixo):

 

longestflights-jpeg

 

* block time: é o tempo calculado pela empresa aérea, contado do início do pushback no aeroporto de origem até a parada no gate (portão de desembarque), no aeroporto de destino.

 

Observações:

a. A lista da OAG não conta com o voo da Air India entre Dehli e São Francisco (9.500 milhas / 15.300 Km), também operada pelo Boeing 777. Apesar de ser a rota mais longa do mundo, o voo é favorecido pelos ventos e dura 14h30.

b. Boeing 777 é detentor de outros recordes e marcas expressivas, como explicamos nesta matéria.

c. Confira nossa publicação sobre a estreia da rota mais extensa do mundo, da Qatar, com 17h30

d. Por algum motivo, a lista da OAG saiu com 11 rotas. Devem ser consideradas as 10 primeiras. Os dados são todos fornecidos pelas empresas aéreas.

Adaptado de informações da Forbes.

André Le Senechal

Pesquisador apaixonado, piloto privado. Aluno de Aviação Civil na Anhembi Morumbi. Respira o ar do Aeroporto Internacional de São Paulo/Guarulhos. Assíduo praticante de Plane Spotting e Simuladores de voo.