Boeing apresenta o 737 MAX 7, que voa São Paulo – Miami sem escalas

MAX 7 faz pushback para ser apresentado

O MAX 7 é o terceiro e o mais novo membro da família 737 MAX da Boeing, e hoje a aeronave foi apresentada oficialmente ao público. O avião que pode levar até 172 passageiros tem o maior alcance da família MAX, voando até 3.850 milhas náuticas de distância, em torno de 7.130 km.




Com esta distância seria possível fazer São Paulo – Miami sem escalas e com pouca restrição de peso. Com os novos motores CFM LEAP a aeronave pode voar mil milhas a mais que o seu antecessor, o 737-700, e ainda assim levando mais passageiros com um consumo 18% menor.

A Boeing também afirma que ele é superior ao seu concorrente direto, o Airbus A319neo, que leva 12 passageiros a menos e que teria um alcance 400 milhas náuticas menor, e o MAX 7 teria um custo operacional 7% menor que o Airbus.

“Para as companhias aéreas que operam em aeroportos de alta altitude ou locais remotos, o MAX 7 é o complemento ideal para a sua frota. Nós estamos animados para demonstrar a flexibilidade incrível e o alcance desta aeronave” declarou Keith Leverkuhn, vice-presidente e diretor geral do programa 737 MAX.

Apesar de terem os maiores alcances das suas respectivas famílias, tanto o MAX 7 e o A319neo tem dificuldade para conseguir vendas. O Boeing só será operado na América do Norte e tem 58 encomendas no total, já o Airbus conta com 51 pedidos.

O 737 MAX 7 está previsto para entrar em serviço em 2019 com a low-cost americana Southwest Airlines, sendo seguida pelas também low-costs canadenses WestJet e Canada Jetlines.

Com informações da Assessoria de Imprensa da Boeing 

Carlos Martins

Despertou a paixão pela aviação em 1999 em um show da Esquadrilha da Fumaça. Atualmente é piloto e Bacharel em Ciências Aeronáuticas. Formado em Design e Performance de Aeronaves pela California State University Long Beach e Segurança da Aviação pela Western Michigan University. Membro da AOPA e da AIAA.