Boeing aumenta projeção de demanda para 41 mil novos aviões nos próximos anos.

Durante a Paris Air Show, a Boeing divulgou o seu relatório anual sobre a demanda global por novos jatos comerciais. O estudo Perspectivas de Mercado (Current Market Outlook, ou CMO, na sigla em inglês) projeta que o mercado demandará 41.030 novas aeronaves dentro dos próximos 20 anos, avaliadas em USD 6,1 trilhões. A estimativa é 3,6% superior à projeção do ano passado.




“O tráfego de passageiros tem se mostrado consistente e esperamos vê-lo crescer 4,7% ao ano nas próximas duas décadas”, disse Randy Tinseth, vice-presidente de Marketing da Boeing Aviação Comercial. “O mercado está especialmente ávido por aeronaves de corredor único, principalmente em vista do aumento do número de pessoas viajando”, complementa.

O segmento de corredor único terá o maior crescimento frente à previsão anterior, impulsionado por companhias aéreas de baixo custo e pelos mercados emergentes. Serão necessários 29.530 novos aviões neste segmento, um aumento de quase 5% em relação ao ano passado.

A previsão para o segmento de fuselagem larga inclui 9.130 aviões, com uma tendência para a possível demanda de substituição no início da próxima década. À medida que mais companhias aéreas mudam para aviões de fuselagem larga médios e grandes como o 787 e o 777X, a principal demanda por jatos maiores será no mercado de carga. A Boeing projeta a necessidade de 920 novos cargueiros de fuselagem larga dentro do período analisado.

Novas entregas de aviões até 2036 – por tamanho 

Tipo de aeronave Assentos Total de entregas Valor de mercado
Jatos Regionais 90 e inferior 2.370 USD 110 bilhões
Corredor único 90 – 230 29.530 USD 3,180 bilhões
Fuselagem larga pequeno 200 – 300 5.050 USD 1,340 bilhões
Fuselagem larga médio/grande 300 e superior 3.160 USD 1,160 bilhões
Cargueiro de fuselagem larga ——— 920 USD 260 bilhões
Total ——— 41.030 USD 6,1 trilhões

O mercado da Ásia, incluindo a China, continuará na liderança no total de entregas de aviões nas próximas duas décadas. A América Latina, por sua vez, responderá por 3.010 das novas aeronaves.

Em todo o mundo, 57% das novas entregas suportarão o crescimento de companhias aéreas, enquanto 43% serão para substituição de aeronaves antigas por novos jatos mais eficientes em termos de combustível.

Novas entregas de aviões até 2036 – por região

Região Entregas de aviões
Ásia 16.050
América do Norte 8.640
Europa 7.530
Oriente Médio 3.350
América Latina 3.010
C.I.S. 1.230
África 1.220
Total 41.030

A Previsão de Mercado atual da Boeing é a projeção para jatos mais antiga e é reconhecida como a análise mais abrangente do setor de aviação.

Pela Assessoria de Imprensa da Boeing Company. 

Carlos Martins

Despertou a paixão pela aviação em 1999 em um show da Esquadrilha da Fumaça. Atualmente é piloto e Bacharel em Ciências Aeronáuticas. Formado em Design e Performance de Aeronaves pela California State University Long Beach e Segurança da Aviação pela Western Michigan University. Membro da AOPA e da AIAA.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *