Boeing completa 100 anos.

Boeing Honors 7-Series Airplane Family With Special Customer Show

A Boeing comemora hoje 100 anos desde a sua fundação, em 15 de julho de 1916. A data marca um legado que foi capaz de conectar e proteger pessoas e nações, explorar a Terra e o espaço, e inspirar sonhadores e inventores com produtos e serviços.

A história da empresa começou em um estaleiro em Seattle, nos Estados Unidos, focado na construção de hidroaviões de madeira e tecido. De lá para cá, a Boeing se tornou a maior empresa aeroespacial do mundo, sendo líder na fabricação de jatos comerciais e de defesa e de sistemas espaciais e de segurança.

“O espírito inovador de nosso fundador Bill Boeing – que há exatos 100 anos comprometeu-se a criar algo melhor com esta empresa – está vivo nas gerações de funcionários que continuam a entregar produtos e serviços que importam e que mudam positivamente a vida de milhares de pessoas ao redor do mundo”, disse o Chairman, Presidente e CEO da Boeing, Dennis Muilenburg. “À medida que iniciamos nosso segundo século, nosso comprometimento com a excelência se mantém mais forte que nunca e o nosso potencial de realizações se mantém tão grande quanto foi para os nossos fundadores. Nossos objetivos seguem ousados, visionários e inspiradores”.

Em diferentes regiões do mundo, funcionários, clientes, comunidades e fãs da Boeing estão se juntando para celebrar o centenário da empresa e imaginar os avanços tecnológicos e inovações que ainda estão por vir.

 

Dentre as formas com as quais a Boeing está iniciando seu segundo século estão:

Projeto Aeroespacial (Age of Aerospace): A série documental narra a história aeroespacial através da evolução da Boeing e suas empresas históricas. A série está sendo exibida globalmente em mais de 18 idiomas. No Brasil, ela foi veiculada pelo Discovery Channel. Todos os cinco episódios que compõem Projeto Aeroespacial e mais detalhes sobre as contribuições da Boeing para o desenvolvimento dessa indústria estão disponíveis em www.theageofaerospace.com.br.

Aplicativo Innovations: O aplicativo Boeing Innovations, disponível no iTunes e Google Play, coloca os produtos de ponta da Boeing na palma da sua mão com modelos 3D interativos e recursos importantes de cada produto.

100 dias de Aprendizagem (100 Days of Learning): Começando hoje, 15 de julho, esta campanha educativa visa inspirar a próxima geração de visionários do setor aeroespacial, proporcionando a professores e alunos recursos educacionais gratuitos que foram criados em conjunto pelos engenheiros da Boeing e importantes provedores de conteúdo educacional. (http://www.boeing.com/principles/education/100-days.page)

Exibição de Aeronaves: A histórica linha dos famosos aviões da Série 7 da Boeing e uma exposição estática de aeronaves históricas farão parte da celebração de fim de semana do Founders Day (Dia dos Fundadores) para os funcionários em Puget Sound, perto do berço da empresa. Outros destaques incluem um show de luzes projetadas sobre o corpo de um 747 e um festival no Museum of Flight (Museu do Voo).

Acima e Além (Above and Beyond): A exposição interativa educacional sobre voo e espaço será aberta hoje em Nagoya, no Japão, simultaneamente com Londres, no Reino Unido, e Seattle, nos Estados Unidos. Desde o seu lançamento em julho de 2015, a exposição recebeu quase 3 milhões de visitantes. (http://aboveandbeyondexhibition.com)

Pavilhão de Experiência Centenária (Centennial Experience Pavilion): A exposição que conta a história de inovação do passado, presente e futuro da Boeing será aberta ao público durante o Farnborough International Airshow neste fim de semana nos arredores de Londres.

Cerimônia de Toque do Sino na Bolsa de Valores de Nova York: Vinte funcionários vão tocar o sino de abertura do pregão da Bolsa de Nova York (NYSE) às 9h30 no horário local, 10h30 de Brasília. Eles representam as várias gerações de famílias que trabalharam na empresa ao longo dos anos.

Para saber mais sobre estas atividades, sobre o centenário da Boeing e como participar das celebrações, visite o site Boeing100.com e pesquise # Boeing100 no Twitter.

A Boeing representa hoje um grande número de empresas que passaram por fusões ao longo do século passado, incluindo McDonnell Aircraft, Douglas Aircraft, North American Aviation/Rockwell, Piasecki/Vertol, as empresas espaciais e de helicópteros Howard Hughes, Stearman e The Boeing Company.

O legado dessas empresas inclui produtos como os jatos da Série 7, inclusive o primeiro jato comercial de sucesso, o 707; os jatos Douglas DC jets, Douglas World Cruiser, C-47 Skytrain e A-4 Skyhawk; o norte americano B-25 Mitchell, P-51 Mustang, F-86 Sabre, F-100 Super Sabre, B-1B Lancer e X-15; o  McDonnell F-4 Phantom II, McDonnell Douglas F-15 Eagle, C-17 Globemaster III e F/A-18 Hornet; o CH-47 Chinook, AH-64 Apache e V-22 Osprey; o B-17 Flying Fortress, B-29 Superfortress, B-47 Stratojet, B-52 Stratofortress e KC-135 Stratotanker; os foguetes Saturn e Delta, e Gemini, Mercury, Apollo, Space Shuttle e a Estação Espacial Internacional.

Como a maior empresa em volume de exportações dos Estados Unidos, a Boeing oferece suporte para companhias aéreas e para clientes governamentais e aliados em mais de 150 países. Os produtos e serviços da Boeing feitos sob medida incluem aviões comerciais e militares, satélites, armas, sistemas eletrônicos e de defesa, sistemas de lançamento, sistemas de informação e comunicação avançados e logística e treinamento baseados em desempenho.

Com escritórios corporativos em Chicago, a Boeing emprega aproximadamente 160.000 pessoas em todo o território norte-americano e em mais de 65 países. A empresa também utiliza os talentos de centenas de milhares de pessoas qualificadas que trabalham para os fornecedores da Boeing em todo o mundo. As receitas totais da empresa em 2015 foram da ordem de US$ 96 bilhões.

Luis Neves

É agente de turismo e acompanha a evolução da aviação brasileira desde o final da década de 80. Fotografa tudo o que voa e tem uma das maiores coleções de fotos de aviação do Brasil.