Boeing completa com sucesso o 1º voo do 737 MAX.

737-MAX-8-first-flight-K66500-02-960x639O 737 MAX da Boeing ganhou o céu pela primeira vez hoje. O programa 737 MAX alcançou o marco na data prevista, dando início ao amplo programa de voos de teste que precede a certificação e a entrega dos aviões.

Equipado com a mais recente tecnologia de motores LEAP-1B da CFM International e os winglets de Tecnologia Avançada da Boeing, o primeiro membro da eficiente família 737 MAX completou um voo de 2 horas e 47 minutos, decolando do Renton Field, em Renton, Washington, às 9:46 da manhã, horário local, e aterrissando às 12h33 no Boeing Field, em Seattle.

“O voo de teste de hoje do 737 MAX fez com que cruzássemos o limiar de um novo século de inovação – um século movido pela mesma paixão e inventividade que fazem da Boeing uma grande empresa há 100 anos”, disse Ray Conner, presidente e CEO da Boeing Aviação Comercial. “Estamos imensamente orgulhosos com o início dos testes de uma aeronave que proporcionará aos nossos clientes uma eficiência energética inédita no mercado de corredor único.”

20160129-DSC_2755

Durante o voo, Craig Bomben, piloto de teste chefe e vice-presidente de operações de voo da Boeing, e Ed Wilson, piloto chefe do 737 MAX, decolaram rumo ao norte alcançando uma altitude de 25.000 pés (7.620 metros) e a velocidade de 250 nós, cerca de 288 milhas (463 quilômetros) por hora, uma marca típica da sequência realizada em um primeiro voo.

Enquanto os capitães Bomben e Wilson testavam os sistemas e as estruturas da aeronave, o equipamento de bordo transmitia dados em tempo real para uma equipe de voo de teste em solo, em Seattle.

“O voo foi um sucesso”, disse Wilson. “O 737 MAX comportou-se perfeitamente em voo, dando-nos total confiança de que esta aeronave atenderá as expectativas de nossos clientes.”

20160129-DSC_2796

Com os outros três membros da frota de teste do 737 MAX 8 em diferentes estágios de montagem final, o 737 MAX segue em dia com seu cronograma para que a primeira unidade seja entregue à Southwest Airlines no terceiro trimestre de 2017.

O novo 737 MAX 8 entregará a maior eficiência, confiabilidade e conforto para passageiros do mercado de aeronaves de corredor único, com um consumo de combustível 20% menor do que o das primeiras aeronaves 737 Next-Generation – e um custo operacional por assento 8% menor do que o do A320neo. O 737 MAX 8 é o primeiro membro da nova família de aeronaves de corredor único da Boeing, composta pelo 737 MAX 7, MAX 8 e MAX 9, a iniciar os voos de teste. O 737 MAX ampliará a vantagem do alcance do 737 Next-Generation e será capaz de voar mais de 3.500 milhas náuticas (6.510 quilômetros) – um aumento de 340 a 570 milhas náuticas (629 a 1.055 quilômetros) em relação ao 737 Next-Generation. A família 737 MAX tem quase 3.072 encomendas, de 62 clientes do mundo todo.

Agradecimento ao colega Jordan Arens que esteve presente no evento e cedeu fotos exclusivas para nós. Confira mais fotos exclusivas de toda a movimentação nas 3 fábricas da Boeing em Seattle na página dele, a Jet-A Aviation Photography e também no Flickr.

Carlos Martins

Despertou a paixão pela aviação em 1999 em um show da Esquadrilha da Fumaça. Atualmente é piloto e Bacharel em Ciências Aeronáuticas. Formado em Design e Performance de Aeronaves pela California State University Long Beach e Segurança da Aviação pela Western Michigan University. Membro da AOPA e da AIAA.

2 Comments:

  1. Eu acho mais bonito o winglet tradicional.

Comente