Boeing completa com sucesso o primeiro voo do 737 MAX 9.


O Boeing 737 MAX 9 completou hoje seu voo inaugural no céu de Washington, nos Estados Unidos. O voo representa um marco no cronograma do 737 MAX, que a partir de agora inicia um programa abrangente de testes de voo que resultará na certificação e entrega das primeiras aeronaves.




“O primeiro voo do MAX 9 é mais um marco que dá continuidade ao forte histórico de progresso do programa”, disse o presidente e CEO da Boeing Aviação Comercial, Kevin McAllister. “A família de aviões MAX oferece mais valor que qualquer concorrente e sua forte aceitação no mercado é refletida em mais de 3.700 aeronaves encomendadas para 86 clientes em todo o mundo”.

O avião completou um voo bem-sucedido de 2 horas e 42 minutos, decolando de Renton Field, na cidade de Renton, no estado de Washington, às 10h52 do horário local. A aterrisagem foi registrada às 13h34, no Boeing Field, em Seattle.
Controlado pelos pilotos de teste e avaliação da Boeing, Christine Walsh e Ed Wilson, o avião realizou testes para avaliar o desempenho dos controles de voo, sistemas e operabilidade geral da máquina. De agora em diante, o MAX 9 passará por uma série de testes de voo antes do início das entregas aos primeiros clientes, programadas para 2018.

O 737 MAX 9 é o segundo membro da família da Boeing líder na indústria, o 737 MAX, com uma capacidade máxima de 220 passageiros e alcance de 6.509 km (3.515 milhas náuticas).

“A equipe do 737 MAX continua a dar tudo de si”, disse Keith Leverkuhn, vice-presidente e gerente geral do programa 737 MAX, da Boeing Aviação Comercial. “Cada novo marco que conquistamos cria conhecimento e experiência que são aproveitados para que o programa continue a avançar”.

A família 737 MAX foi projetada para oferecer aos clientes o máximo em desempenho, flexibilidade e eficiência, aliando a isso custos por assento menores e um alcance ampliado capaz de abrir novos destinos no mercado de aeronaves de corredor único. Os MAX 8 e 9 serão seguidos em 2019 pela versão menor, MAX 7, e pelo modelo de maior capacidade, MAX 200. Paralelamente, estudos e discussões junto aos clientes da Boeing serão mantidos a fim de aumentar a família.

O 737 MAX incorpora a mais recente tecnologia de motores CFM International LEAP-1B, winglets de tecnologia avançada e outras melhorias para oferecer a mais alta eficiência, confiabilidade e conforto para os passageiros no mercado de aeronaves de corredor único.

O 737 MAX é o avião que vendeu mais rapidamente na história da Boeing, acumulando mais de 3.700 encomendas, até o momento, para 86 clientes em todo o mundo.

Da Assessoria de Imprensa da Boeing

Carlos Martins

Despertou a paixão pela aviação em 1999 em um show da Esquadrilha da Fumaça. Atualmente é piloto e Bacharel em Ciências Aeronáuticas. Formado em Design e Performance de Aeronaves pela California State University Long Beach e Segurança da Aviação pela Western Michigan University. Membro da AOPA e da AIAA.

5 Comments:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *