Boeing promete revolucionar sistema de higienização de aeronaves.

boeingselfcleaning
Usar o lavatório de aeronaves comerciais logo deixará de ser um receio. Os engenheiros e projetistas da Boeing desenvolveram um protótipo de lavatório autolimpante capaz de desinfetar todas as superfícies da cabine em apenas três segundos após cada utilização. Baseada na radiação ultravioleta (UV), a inovação dispensa o uso das mãos e promete matar até 99,99% dos germes presentes na cabine, também auxiliando na prevenção de odores.

A tecnologia em desenvolvimento é ativada somente quando o lavatório está desocupado. A partir do posicionamento de luzes UV, todas as superfícies de toque do lavatório, como assento sanitário, pia e bancadas, são imediatamente higienizadas. O protótipo ainda inclui porta que não requer manuseio e um sistema de ventilação a vácuo para o piso.

“Alguns recursos sem contato das mãos já estão em uso em algumas aeronaves da Boeing, mas combinar isso com higienização UV será um passo adiante que dará aos passageiros mais proteção contra os germes”, diz Jeanne Yu, diretora de Desempenho Ambiental da Boeing Aviação Comercial.. “Com essa inovação, estamos tentando diminuir o desconforto que todos nós enfrentamos quando usamos um banheiro que tem muita atividade durante um voo”, complementa.

A partir de testes iniciais, engenheiros e projetistas da Boeing puderam comprovar que a inovação pode minimizar o crescimento e o potencial de transmissão de micro-organismos. Contudo, outros estudos ainda precisam ser conduzidos antes que a tecnologia possa ser oferecida a clientes comerciais. A Boeing já entrou com pedido de patente para este conceito.

O Clean Lavatory da Boeing é finalista do prêmio Crystal Cabin que será anunciado na Hamburg Aircraft Interiors Expo, no dia 5 de abril.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *