Boeing utilizará nos 777X compósitos produzidos nos Emirados Árabes.

Imagem: Boeing. Reprodução proibida.

Imagem: Boeing. Reprodução proibida.

A Boeing anunciou que utilizará na montagem dos novos 777X materiais compósitos de fibra de carbono pré-impregnada (prepreg) produzidos por uma nova joint venture árabe formada pela Mubadala Development Company e pela Solvay.

A Boeing é o primeiro cliente da Mubadala-Solvay, que produzirá estruturas primárias em material composto para uso na construção das empenagens e das vigas do assoalho dos 777X. Mubadala e Solvay planejam que a joint venture esteja operacional em 2021 nas novas instalações em Al Ain, nos Emirados Árabes Unidos.

Homaid Al Shimmari, CEO da Aerospace & Engineering Services Mubadala, comentou o acordo: “Junto à Solvay nós desenvolveremos nossa capacidade na produção em materiais compósitos avançados com o objetivo de expandir a cadeia de suprimentos e criar um ecossistema de materiais. A criação de uma nova instalação de manufatura no Nibas Al Ain Aerospace Park sustenta nossos esforços em colaborar com o Abu Dhabi Economic Vision 2030 (plano econômico de longo prazo de Abu Dhabi) ao desenvolvermos um hub aeroespacial regional para Abu Dhabi”.

Introduzidos na aviação nos anos 1970, compósitos prepeg – uma combinação de fibra de carbono de alta resistência e resina epoxy enrijecida – reduzem peso e ampliam a eficiência no consumo de combustível das aeronaves. O 777 foi o primeiro avião comercial a possuir peças estruturais significativas em materiais compostos. No 787 Dreamliner os compósitos somam 50% de seu peso estrutural, e o 777X terá a maior asa de material composto do mundo.

Veja também: Boeing inaugura centro de asas de compósito do 777X.

Desde 2009, Boeing e Mubadala firmaram diversos acordos para ampliar sua colaboração com benefícios mútuos, incluindo a produção de compósitos aeroespaciais. Em 2013 anunciaram o acordo Framework Strategic Agreement para fortalecer a longo prazo a posição da Mubadala como fornecedor direto da Boeing, incluindo suporte para o desenvolvimento da produção de prepeg nos Emirados Árabes.

A Solvay, por sua vez, tem sido um valioso fornecedor da Boeing por 30 anos, produzindo materiais compostos e adesivos para todos os programas da Boeing Commercial Airplanes.

Da Assessoria de Imprensa.

Murilo Basseto

Formado em Engenharia, foi um dos líderes do Urubus Aerodesign da Unicamp e um dos responsáveis por alçar o grupo à elite mundial da engenharia aeronáutica universitária. Atualmente é assessor de editoria do AEROIN.

2 Comments:

  1. ele vai ser do tamanho do a350-1000 e do a346

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *