Brasil isenta vistos para turistas de 4 países a partir de hoje.

Vistos isentos Brasil

Começa a valer, nesta quarta-feira (01), a isenção de vistos para turistas americanos, japoneses, canadenses e australianos que desembarcarem no país até o dia 18 de setembro. A iniciativa faz parte da estratégia do Ministério do Turismo em incentivar a entrada de visitantes de países que, só em 2015, foram responsáveis pela emissão de 759.087 turistas segundo o Anuário Estatístico do Turismo.

A Embaixada dos Estados Unidos já disponibilizou um blog para informar cidadãos americanos interessados em visitar o Brasil durante esse período em que o governo brasileiro facilitou a entrada no país. No ano passado, os EUA enviaram 575.796 turistas para o país, perdendo apenas para a Argentina, responsável por 2.079.823 visitantes, o equivalente a 33% do total de turistas. A embaixada norte-americana também está produzindo um vídeo sobre a isenção de vistos que será divulgado nas redes sociais.

“A medida do Governo Federal de isenção de vistos para turistas de quatro países levou em consideração um conjunto de fatores como: países que mais gastam no Brasil, baixo risco migratório e forte tradição olímpica. Esses milhares de turistas que são esperados para participar da grande festa que será a Olimpíada do Rio irão movimentar a economia do país por meio dos gastos em hotéis, restaurantes, aluguéis de veículos, entre outros”, avaliou o ministro Henrique Eduardo Alves.

Com o intuito de informar os mercados beneficiados com a medida, o Ministério do Turismo, em parceria com os ministérios da Justiça e Relações Exteriores, produziu um Perguntas e Respostas em português, inglês e espanhol para sanar dúvidas sobre a ação.

SETOR COMEMORA AÇÃO – A expectativa é de que a medida articulada pelo ministro do Turismo, Henrique Eduardo Alves, tenha reflexos tanto no aumento de visitantes quanto no incremento da economia. De acordo com a Organização Mundial do Turismo (OMT), a facilitação de viagens pode gerar um aumento de até 20% no fluxo entre os destinos. Isto representa um acréscimo aproximado de 75 mil turistas internacionais e uma injeção de US$ 80 milhões na economia brasileira.

O turista norte-americano é o que mais gasta no Brasil no segmento lazer. O gasto médio diário do visitante que vem dos EUA para o Brasil é de US$ 125,21, enquanto a média global é de US$ 87 de acordo com a Demanda Internacional do MTur. “A isenção de vistos é uma excelente ideia para estimular a vinda de turistas para a Olimpíada e, quem sabe, esses visitantes fiquem um pouco mais para conhecer outros lugares além das cidades sede”, comentou a presidente da Federação Nacional dos Guias de Turismo (Fenagtur), Irma Karla.

Para o presidente da Associação Brasileira de Agência de Viagens (ABAV), Edmar Bull, a medida é positiva. “Vamos defender que essa ação tenha continuidade. A gente quer um apoio de todos os políticos para isso continuar de forma a trazer mais turistas e mostrar cada vez mais o Brasil para o mercado internacional”, defendeu.

A medida foi avaliada positivamente também pela presidente da Braztoa, Magda Nassar. “A isenção de vistos foi um ganho para o turismo brasileiro que é considerado mundialmente um empecilho para o viajante. Ela permite que a gente comece a pleitear uma melhor relação especialmente com países como Estados Unidos e Austrália. É uma medida que precisa ser prorrogada por tempo indeterminado e que certamente fará aumentar o fluxo de visitantes ao país”, afirmou.

Murilo Basseto

Formado em Engenharia, foi um dos líderes do Urubus Aerodesign da Unicamp e um dos responsáveis por alçar o grupo à elite mundial da engenharia aeronáutica universitária. Atualmente é Editor-Chefe do AEROIN.
  • Vão vir fazer o que aqui???
    Mais um nos noticiários.

  • Como sempre o Brasil arreganha as pernas primeiro!!! Acostumou a ser a puta do mundo.

    • Por mais que isso seja ruim, TODOS os setores irão lucrar com isso

    • vergonha msm é perder o numero de visitantes para a Argentina

    • Não é essa a questão. Quem quer vir pro Brasil continuará vindo mesmo com necessidade de visto. O caso é que a gente tem que se humilhar frente a burocracia daquele formulário chato dos EUA, pagar um valor elevado para taxa de visto, gastar dinheiro para ir à embaixada e despesas adicionais e eles simplesmente entram com tranquilidade. Uma negociação você não pode abrir as pernas dessa forma. Tem que ter contrapartida.

    • Kkklk definiu corretamente

    • Daniel, sinceramente, os interesses dos americanos são os mesmos dos brasileiros, no que se refere a um visitar o país do outro?

    • O Brasil é um país caro, violento, burocrático. Eles tem dinheiro pra gastar, em dólar. É muito mais barato, e descomplicado, eles irem pra Europa, México, todo o Caribe com suas praias e clima ensolarado. E vocês defendem que o acesso desses turistas não seja facilitado pro Brasil. Pra que? Só pra não ferir o orgulho, igual o seu?

  • Duvido que os EUA, ou australia facam isso pelos brasileiros, vergonha.

  • Olha espero que não esteja falando besteira,mas e isso que os terroristas gostam.

  • Palhaçada isso, sou contra, nunca tivemos isenções de visto nos EUA ou Austrália. Vergonha essa imigração.

    • Eles não precisam e têm motivos pra não fazê-lo. Nossos caso eh o contrário.

  • Quanta besteira. Isso é temporário, e a intenção é óbvia. O que o país ganha mantendo essa exigência de vistos durante os jogos olímpicos? Que respondam os xiliquentos.

    • Tiago, concordo que a intenção é boa. Entretanto, trata-se de um trâmite sem contrapartida, onde quem ganha mais é o próprio turista estrangeiro. Você poderá contra-argumentar que haverá incremento de capital na economia, e eu concordo. Mas aqui estamos tratando de turismo, e o turista brasileiro não possui isenção sob quaisquer hipóteses nos referidos países; portanto essa medida é um privilégio concedido aos estrangeiros a despeito das negociações entre as embaixadas – e esse é o nosso descontentamento.

    • Sejam bem vindos, ALLAHU AKBAR!

    • Cícero D’Cardosus sim, mas por isso que essa medida é temporária. Sou a favor do princípio da reciprocidade que o Brasil aplica, mas você há de concordar que é impossível exigir que outros países “isentem” os brasileiros de vistos, mesmo com todo o dinheiro que gastamos no exterior, e o motivo é óbvio: a imigração ilegal. Faça com que os EUA e Canada isentem brasileiros de visto, que seja por uma semana e veja o que vai acontecer. Do contrário, não haverá centenas de canadenses e americanos oportunistas correndo pro Brasil pra viver ilegalmente aqui.

    • Cícero D’Cardosus Detalhe, principalmente em tempos de crise. Os de boa fé infelizmente pagam o preço dos atos dos outros. O descontentamento tem que ser com nossos compatriotas que fazem lambança mundo afora, não com os critérios de entrada de países que são, de fato, bem mais evoluídos do que o nosso.

  • País vai pra frente, ó

  • Que merda.

  • Não deveria nem ter olimpíadas, nem preciso terminar pra saberem a minha opinião sobre os vistos.

  • Será que na atual situação do nosso país corre-se o risco de algum louco de algum destes 4 países querem ficar por aqui
    ? rsrsrsrs

  • Para os brasileiro chegar lar e uma burocracia danada medo de terrorismo,
    Mas uma etapa aberta para o ataque terrorista.
    Só acho

  • Casa da mãe Joana… Queria ver se fosse o contrário se nós seríamos isentos também…

  • Que entre o EI

  • A ver si con esta medida pueda tener impacto en las demas cancellerias para ver si flexibilizan las entradas sin visado a los brasileños, eso esta claro que es paea estimular la baja demanda de turistas de estos paises

  • Tem de incentivar, senão haverá por motivos óbvios, poucos vistantes nas Olimpiadas do Rio.

  • Nem sabia que para entrar aqui precisava de visto…..

  • E quem garante que vem pras olimpiadas…pais de merda esse…

  • Sou contra isso! Já viajei pra alguns países e não somos assim tratados! Uma grande de uma palhaçada isso.

  • Vergonha…
    Mais um incentivo ao turismo sexual.