British Airways inova e é a primeira aérea a utilizar pushback remoto

A British Airways se tornou a primeira companhia aérea no mundo a utilizar veículos de pushback remotos. Pushback é a ação de empurrar o avião da posição de embarque (gate) para a pista de táxi, onde é dada a partida nos motores para prosseguir com a taxiamento até a pista de decolagem. Muitos atrasos ocorrem exatamente entre o fechar das portas das aeronaves e o início do seu taxiamento, e com base nessa constatação a British está modernizando a sua operação para manter e até melhorar sua pontualidade.




Em parceria com o Aeroporto de Heathrow, em Londres, a companhia está implementando os pushbacks remotos chamados de Mototok, que são eletrônicos e ecologicamente mais eficientes do que os tradicionais carros de pushback que usam diesel ou gasolina. A operação é controlada por um agente de solo que controla o Mototok e, por estar fora do carro, tem uma visão mais ampla da área em torno da aeronave, provendo maior segurança e agilidade na operação.

Os mototok conseguem mover qualquer aeronave narrowbody da companhia, como os Airbus A319 e A320. Atualmente, cinco destes veículos estão em operação nos 25 gates do Terminal 5 de Heathrow. Os Mototok não emitem poluentes e foram integrados na operação da British em agosto, manobrando aeronaves que levaram em torno de 100 mil passageiros atá agora.

A bateria deste veiculo dura até três dias, e pontos de carregamento serão instalados em cada gate do Terminal 5, operado exclusivamente pela British Airways. Esta tecnologia foi estreada no mundo pela Embraer durante o roll-out do KC-390, que foi puxado para fora do hangar de maneira remota.

Pela Assessoria de Imprensa da British Airways.

Carlos Martins

Despertou a paixão pela aviação em 1999 em um show da Esquadrilha da Fumaça. Atualmente é piloto e Bacharel em Ciências Aeronáuticas. Formado em Design e Performance de Aeronaves pela California State University Long Beach e Segurança da Aviação pela Western Michigan University. Membro da AOPA e da AIAA.