Carros da Formula 1 desembarcam em Viracopos. Operação movimentou 6 aeronaves.

IMG_3775_bx
O Aeroporto Internacional de Viracopos começou a receber ontem, dia 3, os equipamentos e carros do GP Petrobras do Brasil de Fórmula 1 – 2015. A operação vai até sexta-feira (06/11). Ao todo são seis aeronaves e 600 toneladas de carga desembarcadas no Terminal de Carga do aeroporto. Todos os volumes serão levados em 90 carretas até o Autódromo de Interlagos, em São Paulo.

Viracopos preparou uma operação especial de logística, com 30 funcionários do terminal de cargas e da área de segurança dedicados integralmente ao trabalho, além de colaboradores de órgãos públicos e da empresa transportadora.

A ação envolve a chegada dos aviões, liberação da carga e transporte para as carretas. A primeira carga chegou ontem, direto da Cidade do México, em uma aeronave Boeing 747-400 F. O GP Petrobras Brasil acontece nos dias 13, 14 e 15 de novembro.

Esta é a 14ª vez que Viracopos cuida da operação de embarque e desembarque da carga da Fórmula 1 para o GP Brasil. Na operação de embarque, após a corrida em Interlagos, a carga chegará ao aeroporto onde será transferida dos caminhões para a companhia aérea responsável pelo transporte.

“A infraestrutura do terminal e a operação especial montada pelo aeroporto são essenciais para a eficiência operacional que o GP do Brasil de Fórmula 1 precisa”, ressalta o diretor de Operações Viracopos, Marcelo Mota.

Desde sábado, 24 de outubro, uma Ferrari de Fórmula 1 está exposta no saguão do aeroporto (T0). O carro ficará no local até o dia 15 de novembro. A ação faz parte da parceria que tornou Viracopos o aeroporto oficial do GP Petrobras do Brasil de Fórmula 1.

Carlos Ferreira

É profissional de marketing e pesquisador de temas relacionados à aviação há quase duas décadas. Leva a câmera fotográfica para onde vai e faz mais fotos de aviões do que dos passeios. Responsável pela linha editorial da revista eletrônica AEROIN.net.

9 Comments:

  1. Acredito que houve um equívoco, quanto ao modelo da aeronave informado na matéria…o Boeing, seria o 747-800F

  2. É um boeing 747-8f e não um 747-4f como informado

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *