Chegam a Viracopos os carros do GP do Brasil de Fórmula 1.

bombeiros-recovery-kit-065

O Aeroporto Internacional de Viracopos recebeu na sexta-feira passada o último voo com os equipamentos e carros do GP Brasil de Fórmula 1 – 2016. A operação começou no dia 2 e foi encerrada na noite de sexta-feira. Ao todo foram seis aeronaves e 660 toneladas de carga desembarcadas no Terminal de Carga do aeroporto. Todos os volumes foram levados em carretas até o Autódromo de Interlagos, em São Paulo.

Esta é a 15ª vez que Viracopos cuida da operação de embarque e desembarque da carga da Fórmula 1 para o GP Brasil. Na operação de embarque, após a corrida em Interlagos, a carga chegará ao aeroporto onde será transferida dos caminhões para a companhia aérea responsável pelo transporte.

O desembarque e, após a corrida, o embarque de todo o equipamento – inclusive os carros – utilizados pelas equipes de Fórmula 1 no autódromo de Interlagos é uma operação que exige precisão e eficiência. Uma equipe especial designada pela direção de Viracopos realizou todo o trabalho de desembarque em 3 dias. Foram cerca de 660 toneladas ao todo em 261 pallets.

Após a liberação, toda a carga foi transferida para carretas que, em comboio, seguiram para o autódromo de Interlagos. A operação é feita em conjunto com a Receita Federal e a Polícia Federal, envolvendo ainda todas as gerências do aeroporto responsáveis pelo Terminal de Cargas.

“A infraestrutura do terminal e a operação especial montada pelo aeroporto são essenciais para a eficiência operacional que o GP do Brasil de Fórmula 1 precisa”, ressalta o diretor de Operações Viracopos, Marcelo Mota.

Ferrari no saguão
Uma Ferrari de Fórmula 1 está exposta no do novo terminal de passageiros de Viracopos desde o dia 18 de outubro. O veículo ficará no local até o dia 15 deste mês. A exposição do carro marcará a comemoração do 15º ano consecutivo em que toda a carga da Fórmula 1 chega e deixa o país neste aeroporto.

Este ano, o GP Brasil de Fórmula 1 será disputado nos dias 11, 12 e 13 de novembro. A carga seguirá de Viracopos para Abu Dhabi logo após a prova.

Para a diretora executiva do evento, Claudia Ito, a parceria com Viracopos continua sendo essencial para a realização da etapa brasileira da Fórmula 1. “Graças à dedicação e à eficiência da equipe de Viracopos, tudo sai de acordo com as previsões. E isso garante o sucesso do evento”, justifica.

“É uma honra receber o GP Brasil de Fórmula 1 mais uma vez e nosso objetivo é continuar a realizar esta operação no Terminal de Cargas de Viracopos, que é um dos mais seguros, ágeis e eficientes da América Latina”, disse o Diretor-Presidente da Concessionária Aeroportos Brasil Viracopos, Gustavo Müssnich.

Os ingressos para o GP Brasil de Fórmula 1 – 2016 estão à venda através do único site oficial do evento: www.gpbrasil.com.br. O GP Brasil de F1 também está no Instagram e Facebook: gpbrasilf1.

Informações da assessoria de imprensa da Aeroportos Brasil Viracopos – ABV

Luis Neves

É agente de turismo e acompanha a evolução da aviação brasileira desde o final da década de 80. Fotografa tudo o que voa e tem uma das maiores coleções de fotos de aviação do Brasil.

11 Comments:

  1. Não é atoa que a Gargo Lux e Uma Empresa Grande.

  2. Safety Car literalmente na pista :v

  3. Os carro são mais loko que os avião do aeroporto todo

  4. Muito lindo esse aviao de carga no Brasil….

  5. Sim mas VCP pode receber as operações com mais disponibilidade. A CargoLux opera regularmente para lá.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *