Cirrus entrega seu primeiro jato: o Vision Jet.

Após mais de uma década de trabalho nos esforços de testes e certificações para o projeto inovador do Jato super leve  (VLJ) Cirrus Vision, o primeiro exemplar comercial saiu de fábrica para ser entregue ao seu primeiro dono.

A um valor de mercado de aproximadamente 2 milhões de dólares, foi com grande festa que a ocasião foi celebrada, pois após sofrer com a recessão da década passada, a fábrica teve mudanças internas e o projeto parecia nunca sair do papel.

Agora, as questões são apenas sobre o tipo de mercado que esta aeronave irá suprir, já que o ‘Personal Jet’ foi projetado para sete pessoas, sendo apenas um tripulante. A aeronave conta com o pioneiro recurso de para-quedas presente em outras aeronaves Cirrus e é equipada com um dos mais modernos aviônicos: o Garmin 3000.

“É muito gratificante; Nós começamos a produção deste jato no começo desse ano e vamos continuar crescendo durante os próximos. Estamos muito contentes em começar a entregá-los a nossos clientes”. Disse o vice presidente de comunicações da Cirrus Aircraft, Ben Kowalski.

A companhia, que quase cessou operações após a grande crise econômica de 2008, foi adquirida anos depois pela China Aviation Industry General Aircraft Co.

Primeiro dono do Cirrus Vision Jet e sua família recebem a aeronave nos EUA.

André Le Senechal

Pesquisador apaixonado, piloto privado. Aluno de Aviação Civil na Anhembi Morumbi. Respira o ar do Aeroporto Internacional de São Paulo/Guarulhos. Assíduo praticante de Plane Spotting e Simuladores de voo.

18 Comments:

  1. Máquina, já vi a parte interna dele. Muito moderno

  2. Giovanni Benvenutti, Yan Menoni o que lembra vcs??

  3. boa semana pra toda equipe, muito obrigado pelas publicações.

  4. Em caso de falha é uma chance só

  5. O Cirrus com motor de Hélice é melhor, pela segurança, pois possui paraquedas.

  6. Matheus Dias p vc q gosta de mono…

  7. Esse também possui paraquedas.

Comente