Como transportar equipamentos e acessórios esportivos para o exterior?

A380 Air France

Embarcar equipamentos e acessórios esportivos do Brasil para o exterior é uma daquelas incertezas que fazem parte da vida de atletas profissionais e amadores. É um processo trabalhoso? Depende da perspectiva de cada um! Pensando em facilitar a viagem desses amantes de aventura, a Air France reuniu as principais dúvidas para ajudar a garantir que sua bagagem chegue com tranquilidade ao seu destino.

Mas antes das dúvidas em si, é bom lembrar de algumas regras básicas para o transporte de bagagens. Por exemplo, a franquia de bagagem para viagens de ida e volta que tenham o primeiro voo saindo do Brasil podem ter até dois volumes de até 32kg cada (158 cm no máximo) despachados, caso você viaje nas classes Economy, Premium Economy ou Business. Se você for viajar na classe La Première, a franquia sobe para três volumes de 32kg cada. Ah! Não se esqueça de que cada tipo de equipamento esportivo tem uma política de embarque específica.

A minha mala e a bolsa de golfe excedem o peso permitido, como posso embarcar com os dois?
Um equipamento de golfe composto por uma bolsa com tacos e sapatos é considerado bagagem padrão e pode ser despachado como o segundo volume incluído na sua franquia. Se for necessário transportar outras bagagens ou se os volumes ultrapassarem o peso estabelecido é possível incluir na sua compra online uma opção extra para bagagem ou pagar uma taxa no próprio aeroporto.

Há restrições para o embarque de equipamentos de mergulho?
Não há restrições para o equipamento de mergulho que inclua um colete, uma máscara, sapatos, pés de pato, uma faca e regulador de pressão. Os cilindros de mergulho são aceitos no porão, mas devem estar vazios e pesar até 23kg. Esse transporte não está incluído no preço de sua passagem e varia entre € 40 e € 100, dividido por categorias. Confira os valores aqui. Porém, no caso de transporte de lanternas de mergulho, o cliente precisa obter uma permissão especial com antecedência de 48h, através do serviço de atendimento ao cliente, por conta do transporte das baterias.

Vou passar férias no exterior e quero pescar, posso embarcar com o meu equipamento?
Sim! O equipamento pode ser transportado sem problemas no porão, sendo que o pacote completo deve ser formado por até duas varas, um par de botas, uma caixa e uma rede, respeitando os limites de quantidade de volumes e peso estabelecidos para sua classe a bordo.

Quais as regras para bicicleta e tandem?
As bikes ou tandem (bicicletas para duas pessoas) também podem ser transportadas no porão, mas é preciso avisar ao serviço de atendimento com antecedência, já que há um limite de bicicletas por voo. Independentemente das dimensões da bike, ela não pode ser transportada na cabine. O preço varia entre € 40 e € 100, dividido por categorias. Confira os valores aqui. Antes do embarque, não esqueça de retirar os pedais, desmontar a roda dianteira e fixá-la no quadro, alinhar o guidão e embalar a bicicleta ou tandem em uma capa protetora ou caixa. Caso tenha dificuldades para encontrar as caixas de papelão com as medidas de 175 x 21,5 x 86 cm, elas estão à venda nos balcões de check-in da Air France na maioria dos aeroportos. Caso você vá continuar a viagem de trem, a SNCF, companhia de trens francesa, exige a utilização de uma capa de 120 x 90 cm, no máximo.

Há restrições para o embarque de equipamentos de esqui?
Os equipamentos de esqui são considerados bagagem de porão padrão e podem ser incluídos na sua franquia de bagagem. São diferenciados entre os tipos esqui alpino ou cross-country, com até um par de esquis, um par de bastões e um par de botas ou o tipo snowboard, com uma prancha e um par de botas. Antes do embarque é preciso proteger os seus esquis ou prancha com uma capa específica que tenha comprimento máximo de 3 metros. As botas de esqui alpino ou snowboard podem ser colocadas em uma bolsa individual. As duas bagagens (capa e bolsa) são consideradas como uma única bagagem de porão e o transporte está incluído gratuitamente no preço da passagem. Se optar pelo transporte de um capacete na cabine, ele será considerado como uma bagagem e não como um acessório.

Atenção: O transporte de um colete salva-vidas protetor de avalanche, incluindo cartucho de gás e gatilho pirotécnico está sujeito ao consentimento prévio do serviço de atendimento ao cliente. O pedido deve ser efetuado até 48h antes da partida do seu voo.

As regras são as mesmas para o esqui aquático?
São as mesmas, mas é preciso protegê-los com uma capa específica que tenha comprimento máximo de 3 metros.

Posso incluir meu patinete na bagagem?
Sem problemas! Só que, por segurança, o transporte do patinete não é aceito na cabine, por ser considerado um objeto cortante e, consequentemente, perigoso. Por conta disso, na passagem pelo raio X, ele é recusado, apreendido e destruído. Salve seu patinete, despache-o para o porão!

Como funciona o transporte de pranchas?
Pranchas de surf, kitesurf, bodysurf, windsurf ou longboard podem ser transportadas sem problemas no porão. Assim como na maioria dos casos, é preciso solicitar autorização com antecedência de 48h no serviço de atendimento ao cliente pelo limite de unidades a bordo. Se elas estiverem abaixo dos 3 metros e do peso da sua classe de passagem, ela pode ser considerada bagagem de porão padrão e, nesse caso, pode ser despachada como o segundo volume.

Lembre-se que todas as informações sobre transporte de equipamentos esportivo podem sofrer alterações segundo as normas de segurança da companhia ou dos órgãos regulamentadores, então, com pelo menos 48h de antecedência da sua viagem, consulte o serviço de atendimento ao cliente para não ter nenhuma surpresa, ok?

Não esqueça que alguns itens são proibidos tanto na cabine quanto no porão, como isqueiros, cartuchos para impressora ou baterias com eletrólito. Veja a lista completa no site da Air France.

Sabendo de tudo isso, agora é só aproveitar a viagem!


Assessoria de Imprensa – Air France / AeroIN

André Le Senechal

Pesquisador apaixonado, piloto privado. Aluno de Aviação Civil na Anhembi Morumbi. Respira o ar do Aeroporto Internacional de São Paulo/Guarulhos. Assíduo praticante de Plane Spotting e Simuladores de voo.

4 Comments:

  1. eba tao dizendo q ele vai vir pro brasil

  2. Tem um erro ai. Para transporte de bicicleta ela entra na franquia de bagagem de acordo com a anac, portanto, se mantida as demais regras, peso, medida, etc, não pode ser cobrado. Mas as cias sempre querem aplicar no passageiro.

  3. Hum ate parece que este tal de rio de bala perdida e o alicerce do brazil deixo aqui o meu protesto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *