Companhia aérea irá usar o Embraer Phenom 100 em voos regulares.

embraer-phenom-100-jetsuite

A partir do dia 17 de Outubro, a companhia aérea JetSuite irá inaugurar o serviço de voos regulares JetSuiteX, com a rota Carlsbad (San Diego) – San Jose, ambas cidades no estado da Califórnia. A rota será operada primariamente com o jato leve Phenom 100, fabricado pela brasileira Embraer.

A companhia, com base na cidade de Irvine, já possui nove anos de operação e atua no mercado de taxi aéreo/charter. Agora decidiu inovar e realizar voos regulares em 6 cidades da Costa Oeste americana. Os voos serão operados por aeronaves Embraer Phenom 100 e Cessna Citation CJ3.

Os preços começam em $129 dólares para Las Vegas, saindo de Burbank, cidade situada ao norte de Los Angeles e próxima aos estúdios de filmagem da Warner Bros e Universal Studios. O preço é quase o dobro de uma passagem em uma companhia aérea tradicional como a Southwest Airlines, que tem uma tarifa de $74 dólares na mesma rota, com o voo de duração de 1 hora.

Apesar do preço mais alto, o conforto é garantido com a aeronave em configuração VIP, com capacidade para 4 passageiros no Phenom 100 e 6 passageiros no Citation CJ3. A grande vantagem segundo o CEO da Jetsuite, Alex Wilcox, é o tempo salvo: “O passageiro pode chegar no aeroporto até 15 minutos antes do seu voo. Nós usamos um terminal privado e não é necessário passar pelo scanner de raio-x.”

Embraer Phenom 100 interior JetSuite

Interior VIP do Phenom 100 da JetSuite permite trabalhar durante o voo.

Outra rota operada parte de Carlsbad, ao norte de San Diego, e assim como Burbank, tem uma concentração de moradores ricos com imensas mansões e campos de golfe. De Carlsbad é possível voar para o norte do estado da Califórnia, para a cidade de San Jose. Nesta rota a diferença de preço da JetSuiteX para os voos de uma grande companhia é maior: $355 dólares quando comparado com a Alaska Airlines, que vende passagens de San Diego à San Jose por $145 dólares contra os $500 da JetSuiteX.

A JetSuite destaca que o seu serviço é o mais completo do mercado, com internet Wi-Fi sem custo adicional. Bebidas e lanches são inclusos, além da franquia de bagagem gratuita – algo que não é obrigatório para as companhias aéreas do EUA. Uma pesquisa de mercado foi feita e constatou que haveria uma demanda para passageiros que não desejam gastar 1h dirigindo até o Aeroporto Intl. de San Diego para chegar meia hora antes do seu voo, aumentando o tempo total da viagem.

Os voos serão operados quatro vezes por semana e, se a demanda subir, poderão ser usados jatos maiores: “Nós realmente estamos testando o mercado. Se a taxa de ocupação estiver boa, nós iremos colocar aviões maiores e adicionar outras frequências” disse o CEO Alex. O jato Phenom 100 adquirido pela JetSuite custa $4.5 milhões de dólares, e a companhia também possui o Embraer ERJ-135 com capacidade de 30 passageiros na configuração VIP.

phenom-100-citation-cj3-jetsuite

Citation CJ3 ao fundo e o Embraer Phenom 100 abaixo.

Parceria com a Uber

Além do luxo e conforto dos jatos, a JetSuite tem uma parceria com a Uber. Passageiros que utilizarem o serviço UberSelect (um derivado do Uber BLACK apenas disponível nos EUA, porém com carros de luxo como Mercedes e Cadillac) concorrem a 50% de desconto nos voos da JetSuiteX. Também é possível combinar uma corrida no Uber com o seu voo, sendo levado de sua casa até o aeroporto, e após o pouso até o seu destino final.

Informações pelo jornal San Diego Union Tribute e pela assessoria de imprensa da JetSuite.

 

Carlos Martins

Despertou a paixão pela aviação em 1999 em um show da Esquadrilha da Fumaça. Atualmente é piloto e Bacharel em Ciências Aeronáuticas. Formado em Design e Performance de Aeronaves pela California State University Long Beach e Segurança da Aviação pela Western Michigan University. Membro da AOPA e da AIAA.

2 Comments:

  1. O Phenom 100 é show man, adoro essa aeronave!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *