Companhia chinesa quer que passageiros viagem em pé. Você toparia?

spring
O grande objetivo do presidente da chinesa Spring Airlines é convencer as autoridades reguladoras de que seu projeto é viável e seguro. O que ele quer? Instalar ‘assentos’ em que os passageiros fiquem praticamente em pé e, assim, colocar mais gente dentro dos aviões da sua empresa. O executivo defende que, com isso, vai conseguir oferecer tíquetes aéreos a preços ainda mais baratos dos que a empresa já pratica.

Essa não é a primeira vez que essa ideia vem à tona. Em 2009, a empresa de baixo custo irlandesa Ryanair havia feito proposta semelhante aos reguladores britânicos, que a rejeitaram. Só que o chinês, um bilionário ‘setentão’ que preside a Spring reclama que a ideia é dele; que a teve em 2008. A dúvida vai ficar no ar.

Parece que os clientes ainda não estão tão propensos a aceitar a ideia. A rádio nacional chinesa entrevistou algumas pessoas, que responderam que têm dúvidas quanto à segurança de se voar como se viaja num ônibus. Um deles disse que sente receio de que os passageiros possam se machucar no caso de turbulências.

Quem topar viajar em pé vai pagar quanto? Bom, segundo o jornal inglês Dailymail apurou, o preço deverá ser inferior a R$ 20,00 para quem quiser ir com a perna esticada! E você, toparia?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *