DC-3 da Varig restaurado. O antes e o depois.

IMG_8647a

Com um conjunto de fotos bem bacanas dos nossos amigos do POA Spotter, mostramos o antes e o depois do DC-3 prefixo PP-ANU, que foi restaurado recentemente e, até o fim de agosto, estará aberto à visitação no Boulevard Laçador, em Porto Alegre.

O avião pertence ao Museu Varig, fechado desde 2005. Por mais de uma década, a aeronave ficou jogada à sua própria sorte em um terreno ao lado do museu. Tendo um dos primeiros DC-3 construídos no mundo (há quem diga que foi o primeiro), ele despertou o interesse de várias pessoas e empresas, que tentaram até comprar o avião para restauro, porém sem sucesso por vários motivos.

A aeronave começou a voar em 1936, pela American Airlines, e passou por múltiplos operadores antes de chegar ao Brasil, onde voou na Real Aerovias (posteriormente comprada pela Varig). Para se ter uma ideia da popularidade da aeronave, na década de 1940, mais de 90% dos voos nos EUA eram feitos com DC-3. Ela é equipada com dois motores radiais PW de 14 cilindros, que atingem até 270 km/h em voo de cruzeiro, com uma autonomia de 9h. Sua capacidade era para 32 passageiros.

 

Veja o “ANTES” da aeronave, enquanto esteve abandonada ao tempo (fotos POA Spotter)

 

Agora veja o “DEPOIS” (fotos do POA Spotter)

 

Veja um vídeo da restauração em time lapse.

16 Comments:

  1. Após a exposição ele voltará para seu lugar em frente a entrada do Museu Varig q será reaberto!

  2. Bela aeronave!!! Foi uma restauração estética ou ele está em condições de voar?

  3. Átila Almada, olha só o antes e depois

  4. Eu tive a felicidade de voar num desses o qual pertencia à Força Aérea Brasileira, num voo que durou 30 minutos como premi pela formatura do Pelopes do quartel onde servi.

  5. Pena, queria ver essa preciosidade ganhando os céus!

  6. Ele ficará em exposição ate o final de agosto.(conforme as noticias) Ele será levado a outros lugares ou ficará ali permanente?

  7. para bens realmente o amigo de fe irmao camarada entende de aviacao bom almoco.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *