Decola pela primeira vez o jato russo Irkut MC-21-300.

Foto: Denis Fedorko

Na manhã de hoje no Aeroporto de Irkutsk na Rússia, o jato Irkut MC-21-300 decolou pela primeira vez, sendo a mais nova aeronave comercial russa a entrar no competitivo segmento dos aviões de corredor único na categoria de 180 passageiros, hoje dominada pelo Airbus A320 e o Boeing 737.




O voo durou 30 minutos e o avião alcançou a altitude de 10.000 metros. Foram testados a estabilidade, contrabilidade da aeronave e realizado uma arremetida antes pouso completo. Segundo Yury Slyusar, presidente da United Aircraft Corporation (UAC), grupo que controla a Irkut, o “MC-21 foi criado através de uma grande cooperação entre a Irkut e outras empresas da UAC. Segundo estimativas, o segmento de mercado do MC-21 irá demandar 15 mil novas aeronaves nos próximos 20 anos, tenho certeza que as companhias aéreas irão apreciar a nossa nova aeronave.”

O MC-21-300 pode levar entre 163 a 211 passageiros, o diâmetro da sua cabine é o mais largo da categoria, provendo maior conforto para os passageiros. Segundo a UAC, os custos operacionais do MC-21 são de 12% a 15% menor que os concorrentes, boa parte desta economia é devido a sua asa feita de materiais compostos de polímeros, sendo um material mais leve e resistente que os atuais.

O jato tem alcance de 6.000km e peso máximo de decolagem de quase 80 toneladas. Até agora a UAC recebeu 175 pedidos firmes para o jato, incluindo a companhia aérea Aeroflot. Uma variante menor denominada MC-21-200 está em desenvolvimento e deverá levar até 163 passageiros. Veja abaixo o vídeo do primeiro voo do MC-21-300:

Informações pela Assessoria de Imprensa da United Aircraft Corporation. 

Carlos Martins

Despertou a paixão pela aviação em 1999 em um show da Esquadrilha da Fumaça. Atualmente é piloto e Bacharel em Ciências Aeronáuticas. Formado em Design e Performance de Aeronaves pela California State University Long Beach e Segurança da Aviação pela Western Michigan University. Membro da AOPA e da AIAA.

Um Comentário:

  1. Pingback: Motor Pratt & Whitney do Embraer E2 é certificado pela FAA. - AEROIN

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *