Embraer entrega 38% mais jatos comerciais no 3º trimestre de 2016.

United Embraer

A Embraer entregou 29 jatos para o mercado de aviação comercial ao longo do terceiro trimestre de 2016 (3T16), 38% a mais que no mesmo período de 2015. A companhia entregou 12 jatos executivos de grande porte, 33% a mais que o mesmo período do ano passado. No entanto, o número de entregas totais para o mercado de aviação executiva caiu cerca de 17% em relação ao 3T15. Em 30 de setembro, a carteira de pedidos firmes a entregar (backlog) totalizava USD 21,4 bilhões.

Veja os detalhes das entregas na tabela abaixo:

tabela1-embraer

O principal destaque do trimestre foi a venda de até dez aeronaves E190-E2 para a indonésia Kalstar Aviation, durante o Farnborough Airshow. O contrato inclui cinco pedidos firmes e cinco opções de compra. As entregas estão programadas para começar em 2020. Posteriormente, outros cinco direitos de compra foram adicionados a este contrato.

Durante o evento a Embraer também anunciou uma Carta de Intenções (Letter of Intent – LoI) com a israelense Arkia para até dez jatos E195-E2. O contrato tem um valor total estimado de USD 650 milhões.

Ainda no trimestre a Embraer anunciou a encomenda de até cinco aeronaves E190 para a Colorful Guizhou Airlines, da China. O contrato inclui dois pedidos firmes e três opções de compra. O contrato tem valor estimado de USD 249 milhões, a preço de lista, caso todos os direitos de compra sejam exercidos. Os dois aviões serão entregues em 2017.

Na Aviação Executiva, o destaque foi o anúncio do pedido firme da chinesa Colorful Yunnan junto à Embraer para dois jatos Phenom 300. As aeronaves serão usadas em diversas missões como resgate aeromédico e ajuda humanitária. Ambos os aviões estão programados para serem entregues no final do ano.

tabela2-embraer

Informações pela assessoria da imprensa da Embraer S.A.

Carlos Martins

Despertou a paixão pela aviação em 1999 em um show da Esquadrilha da Fumaça. Atualmente é piloto e Bacharel em Ciências Aeronáuticas. Formado em Design e Performance de Aeronaves pela California State University Long Beach e Segurança da Aviação pela Western Michigan University. Membro da AOPA e da AIAA.