Evento Spotter Sunset leva 100 entusiastas para fotografar a menos de 300 metros da pista do aeroporto de Brasília.

Divulgação Aeroporto de Brasília (14)
O Aeroporto de Brasília recebeu neste domingo, dia 29 de maio, 100 fotógrafos e amantes da aviação para o evento Spotter Day Sunset Edition. O grupo selecionado teve a oportunidade de fotografar a movimentação aérea em um ponto exclusivo e restrito do aeroporto, cerca de 300 metros de distância da pista de pousos e decolagens.

“O objetivo do Spotter Sunset realizado pelo Aeroporto de Brasília é fomentar o hobby de plane spotting, uma atividade muito comum nos aeroportos do mundo, que consiste em fotografar aviões. Nós desenhamos um evento para que os apaixonados por fotografia aeronáutica pudessem ficar pertinho das aeronaves”, contou Josmário de Brito, gerente de operações da Inframerica.

O evento aconteceu no horário do pôr do sol, das 15h às 19h e, neste período, os spotters puderam registar mais de 80 movimentos aéreos.

O acesso à área restrita do aeroporto seguiu todos os procedimentos e normas de segurança. No sábado, todos os selecionados participaram de uma reunião informativa sobre os protocolos de segurança e operação do aeroporto. O processo de inscrição para o evento também foi exigente, todos os interessados tiveram que enviar as certidões negativas da Polícia Federal, Civil e Justiça Federal. Foram mais de 480 inscrições.

Devido ao sucesso da edição de 2015, o número de vagas aumentou, assim como a procura. Hoje é um dos maiores eventos de Spotter do Brasil. “Essa foi uma oportunidade ímpar para quem gosta de aviação e fotografia. Um momento único de juntar dois hobbies e, ainda por cima, acessar uma área tão nobre e exclusiva do aeroporto”, explicou Josmário.

Para Gabriel Benevides um dos participantes do evento, foi uma alegria fazer parte desta ação. “É uma honra fazer parte da história do Aeroporto de Brasília, que abriu as portas para os loucos por aviação e tem incentivado essa paixão”.

A ação teve o apoio de diversas empresas, são elas: LATAM Airlines, GOL Linhas Aéreas, AZUL Linhas Aéreas, Avianca, American Airlines, ABEAR (Associação Brasileira de Empresas Aéreas) Embraer, Bancorbrás, Casa do Pão de Queijo, Viena, Sucopira, Experimente Brasília, Pinup Estratégia, BSB Memo, Programa Minha Brasília, iFly e o projeto “Na Praia” da R2 Produções.

Luis Neves

É agente de turismo e acompanha a evolução da aviação brasileira desde o final da década de 80. Fotografa tudo o que voa e tem uma das maiores coleções de fotos de aviação do Brasil.